Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
LUTO NA REDE

Esposa confirma morte do criador do  "Coronel Siqueira"

"Jamais imaginei que a notícia do falecimento do meu marido, que vou enterrar amanhã, ia dar um bafafá tão grande e virar Trending no Twitter", desabafou Patrícia Liotte

quarta-feira, 01/12/2021, 22:01 - Atualizado em 01/12/2021, 22:25 - Autor: Com informações da Cultura


Perfil do Coronel Siqueira é um dos mais populares do Twitter BR
Perfil do Coronel Siqueira é um dos mais populares do Twitter BR | Reprodução

A morte de Sergio Vicente Liotte, dono do famoso perfil ‘Coronel Siqueira’, continua dando o que falar, inclusive permanecendo nos trends topics do Twitter.

Após a divulgação da morte, surgiram algumas versões de que tudo não passava de uma fake news e que o dono do perfil estaria vivo. As versões geraram ondas de dúvidas nos seguidores, até que a viúva de Sergio precisou se pronunciar.

Patrícia Liotte confirmou a morte do marido Sergio durante live promovida pelo site Diário do Centro do Mundo (DCM) na noite de segunda-feira (29). A viúva ainda disse que a famosa conta do personagem Coronel Siqueira no Twitter foi invadida. Sergio era advogado e faleceu por pancreatite, aos 48 anos.

O assunto ganhou repercussão depois que o portal noticiou a morte de Liotte e o perfil no Twitter negou veemente que o criador do Coronel teria falecido.

"Essa matéria do DCM é 100% falsa. Não sou e não conheço o cara da foto; Não tenho a menor ideia de por que eles resolveram publicar isso. Não existe uma linha ali que não seja inventada", disse o perfil no início da noite.

O tema foi parar nos Trending Topics da rede social, com muitos acusando o DCM de fake news e atacando o repórter que escreveu a nota de falecimento. 

Diante dessa situação, o jornal realizou uma live com a participação de Patrícia Liotte, viúva de Sergio e também advogada. Segundo ela, o marido abriu o perfil de Coronel Siqueira para outros colaboradores, com desejo que a página fosse de "multipublicadores".

"Não teria por que vir aqui falar de um perfil que não pertencesse ao meu marido. Nesse momento de dor, a última coisa que eu gostaria era de estar em uma live, mas para dar coro ao que o DCM está falando eu tive que vir a público", desabafou Patrícia. 

"Jamais imaginei que a notícia do falecimento do meu marido, que vou enterrar amanhã, ia dar um bafafá tão grande e virar Trending no Twitter [...] Um safado se aproveita de uma conta do meu marido que abriu para várias pessoas publicarem, ele queria que fosse multipessoal. O Coronel não morreu, mas o criador morreu", acrescentou.

A conta do Coronel Siqueira no Twitter é conhecida por críticas políticas ácidas e de forma irônica, e alcançou mais de 100 mil seguidores. Ele era um personagem conservador e que interpretava mal as notícias sobre o Brasil. Muitos bolsonaristas chegam a levar a sério.

O perfil se passava por um "tiozão" bolsonarista e usava uma foto que seria do tio de Sergio, que era "comunista" e um trabalhador social. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS