DOL Carajás
Cidades / Marabá
CHEIA DOS RIOS

Mais de mil famílias continuam em abrigos públicos 

Com as chuvas dos últimos dias, as equipes atuaram na assistência aos abrigos com lonas e serviços de reparos

segunda-feira, 07/03/2022, 15:24 - Atualizado em 07/03/2022, 15:24 - Autor: Com Informações da PMM

Google News

A orientação da Defesa Civil é que as famílias ainda não retornem para suas residências.
A orientação da Defesa Civil é que as famílias ainda não retornem para suas residências. | Divulgação PMM

Apesar dos rios Tocantins e Itacaiúnas virem baixando, a orientação da Defesa Civil de Marabá é que as famílias ainda não retornem às suas casas. 

Na manhã desta segunda-feira (7), o Tocantins estava marcando 10,70 metros, um recuo de dez centímetros em relação ao dia anterior.

Atualmente, 1.002 famílias continuam nos 22 abrigos oficiais construídos pela prefeitura. Ainda de acordo com a Defesa Civil, 797 famílias ribeirinhas atingidas pela cheia, além de 862 famílias que continuam ilhadas.

Com as chuvas dos últimos dias, as equipes atuaram na assistência aos abrigos com lonas e serviços de reparos. Além disso, com a previsão de mais chuvas durante a semana, as equipes estão preparadas para seguir com o atendimento nos reparos em parceria com a equipe da Secretaria de Viação e Obras Públicas (SEVOP).

A orientação da Defesa Civil é que as famílias ainda não retornem para suas residências. “O rio está baixando, mas na mesma proporção que está baixando ele pode aumentar. Nós trabalhamos com uma perspectiva do relatório da Eletronorte de três em três dias. Nesses últimos três dias o ritmo é de queda do rio, vai baixar, mas a tendência é de aumento novamente. A orientação é que a população ainda não volte para suas casas até o rio atingir 7 a 8 metros que já dá uma tranquilidade para as pessoas começarem a fazer as mudanças”, pontua o assessor da Defesa Civil, Marcos Andrade.

Veja também:

Chuva forte causa transtornos, alagamentos e acidentes

Vendaval deixa rastro de destruição em Marabá. Veja! 

Veja como amanheceu a Orla de Marabá nesta quinta (24) 

A Defesa Civil também solicita que os interessados em realizar doações para as famílias desalojadas e desabrigadas devem procurar a sede do órgão, localizada na Marabá Pioneira.

O órgão segue com os serviços de entrega de benefícios eventuais e ações de assistência de saúde em parceria com outras secretarias.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS