DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
VENHA ALMOÇAR JUBILEU!

Vídeo: jacaré atende ao ser chamado pelo nome em Marabá

O caso é de Marabá no sudeste paraense. A domadora de cavalos Sara Dax chama o jacaré de Jubileu e ele atende aos chamados para se alimentar

quarta-feira, 22/06/2022, 13:16 - Atualizado em 22/06/2022, 16:19 - Autor: Michel Garcia

Google News

Jubileu não pode ouvir a voz de Sara Dax que vem logo atender
Jubileu não pode ouvir a voz de Sara Dax que vem logo atender | Reprodução

Um vídeo divulgado nas redes sociais tem chamado a atenção dos internautas de Marabá no sudeste paraense. Nele uma moça chama um jacaré pelo nome e ele vem atrás de alimento, como se fosse um cachorrinho atendendo aos pedidos de sua dona.

Pelo vídeo é notório que a partir do momento em que a mulher começa a falar o jacaré logo aparece na margem do córrego. Ela menciona que "Jubileu é um jacaré que vive aqui no fundo de casa em um córrego onde eu pesco, não é Jubileu vem cá dar um oi pro pessoal vem", e imediatamente o animal atende ao chamado.

"Ele ficou manso de tanto comer a minha isca no anzol que eu costumo pescar aqui", declara ela. A situação começou há mais ou menos um ano e meio.

O nome da moça é Sara Dax, natural de Benevides na região metropolitana de Belém e que mora há 12 anos em Marabá. Ela é domadora de cavalos e trabalha prestando serviços com seu esposo, o médico veterinário Pedro Calazans Luz.  

Veja também!

Casos de Covid-19 voltam a subir em cidade do sul do Pará

Vídeo: Procurador agride procuradora em surto de fúria

MPPA encerra prazo de inscrição de concurso na quinta (23)

Sara é a moça que, junto com o esposo e outros amigos, salvaram um cachorrinho de ser engolido por uma sucuri no último dia 12 de junho, caso que também aconteceu em Marabá, na chácara onde moram.

De acordo com ela, a proximidade com o jacaré se deu após o animal, sempre que ela ia pescar no córrego, comer as iscas que ela jogava no local. "Nem eu esperava que ele fosse se aproximar assim", diz. O jacaré tem mais ou menos um metro e meio de comprimento e parece ser um animal adulto.

Veja o vídeo!

 

A domadora de cavalos Sara Dax chama o jacaré de Jubileu e ele atende aos chamados da moça Dol Carajás 02
 

Entretanto, Sara Dax diz que seu jeito calmo e dócil teve mais a ver com a proximidade com o animal do que a sua experiência em domar cavalos. "Acredito que minha afinidade com animais também tenha facilitado", declarou por telefone ao DOL Carajás.


Entretanto, apesar da proximidade e da afinidade a domadora diz que mantém certa distância do jacaré por este ser um animal selvagem. "Eu alimento ele, mas quando percebo que ele está se aproximando demais eu me afasto pra evitar qualquer acidente", explica Sara salientando que sempre teve contato com animais por morar em fazenda desde a infância. 

Além disso, ela teve uma experiência mais profissional com animais trabalhando um período no Parque Zoobotanico de Marabá. "Não recomendo pessoas tentarem esses tipos de contato sem experiência", enfatizou.

O companheiro de Sara, o médico veterinário Pedro Calazans Luz, salienta a importância da boa convivência e da auto-responsabilidade no cuidado com os animais silvestres da Amazônia que vez por outra atravessam no nosso caminho. Veja no Instagram abaixo:





Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)