DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
CALENDÁRIO

Auxílio Brasil: Veja quem recebe nesta quinta-feira (20)

Cada família receberá repasse mínimo de R$ 400.

quinta-feira, 20/01/2022, 08:35 - Atualizado em 20/01/2022, 10:23 - Autor: Agência Brasil

Google News

As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque durante 120 dias
As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque durante 120 dias | Reprodução

A Caixa Econômica Federal paga, nesta quinta-feira (20), a terceira parcela do Auxílio Brasil às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) com Número de Identificação Social (NIS) terminado em 3. Cada família receberá repasse mínimo de R$ 400.

A terceira parcela incluiu 3 milhões de famílias, aumentando para 17,5 milhões o total atendido. De acordo com o Ministério da Cidadania, o investimento total para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões

As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque durante 120 dias após a data indicada no calendário.

Veja o calendário de pagamento do Auxílio Brasil 2022:

Final do NIS 1: 18/01

Final do NIS 2: 19/01

Final do NIS 3: 20/01

Final do NIS 4: 21/01

Final do NIS 5: 24/01

Final do NIS 6: 25/01

Final do NIS 7: 26/01

Final do NIS 8: 27/01

Final do NIS 9: 28/01

Final do NIS 0: 31/01

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também é pago hoje - retroativamente - às famílias cadastradas no CadÚnico, com NIS final 3, e segue o mesmo calendário regular de pagamentos do Auxílio Brasil.

Veja também:

Idoso é salvo de ser engolido por sucuri com serrote no Pará

Vídeo: Empresário que surtou em shopping tem novo ataque

Mulher mata marido após discussão no Sul do Pará 

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias, até o fim de 2026, com o pagamento de 50% do preço médio do botijão de 13 quilos a cada dois meses. Atualmente, a parcela equivale a R$ 52. Para este ano, o Auxílio Gás tem orçamento de R$ 1,9 bilhão.

Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)