DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
CONFESSOU O CRIME

Pastor é acusado de abusar e engravidar adolescente 

A avó da vítima que denunciou o caso na delegacia do Sul do Pará

domingo, 16/01/2022, 11:46 - Atualizado em 17/01/2022, 09:47 - Autor: Sandra Regina de Conceição do Araguaia

Google News

Pastor teria estuprado e engravidado a garota quando ela tinha 13 anos
Pastor teria estuprado e engravidado a garota quando ela tinha 13 anos | Reprodução

O Brasil lidera o ranking de violência sexual contra crianças e adolescentes na América Latina. Os números são alarmantes, o disque 100 contabilizou mais de 6 mil denúncias desse tipo de abuso em 2021.

Mais um caso chocante de abuso sexual veio à tona em Xinguara, região Sul do Pará. Um pastor, conhecido como João, teria interferido no namoro de uma adolescente que tem um filho e que frequenta sua igreja. A avó da menina ficou indignada com a situação e procurou a polícia para relatar que o pastor teria estuprado e engravidado a garota quando ela tinha 13 anos de idade.

O pastor foi procurado pela Polícia Civil de Xinguara para prestar esclarecimentos. Segundo o delegado, José Orimaldo, o mesmo confessa que manteve relações sexuais com a menina, mas alegou que não sabia que ela era menor de idade. 

 

Delegado José Orimaldo informou que o acusado confessou que o acusado confessou que manteve relações sexuais com a menina
Delegado José Orimaldo informou que o acusado confessou que o acusado confessou que manteve relações sexuais com a menina | Reprodução
  

VEJA TABÉM:

MPF cobra providências sobre assassinato de ambientalistas 

Discussão no trânsito termina em assassinato de empresário

Empresário de 37 anos é achado morto em mata no Sul do Pará

Ainda conforme o delegado, o pastor estaria monitorando a vítima e até havia feito ligações para a adolescente e para o rapaz que estaria se envolvendo com ela dizendo que eles não poderiam se relacionar.

A adolescente que já deu à luz a uma criança do sexo masculino, além de carregar o trauma do estupro, tem sido perseguida pelo líder religioso. O delegado acrescentou que a criança será submetida a exame de DNA para atestar a paternidade do líder religioso. A prisão preventiva do pastor está sendo avaliada pela justiça.   


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)