DOL Carajás
Notícias / Polícia
DENÚNCIA

Quadrilha é presa acusada de tráfico de drogas e assassinato

Em poder do bando, os militares apreenderam drogas, armas e produtos que seriam de furto

sexta-feira, 04/03/2022, 09:42 - Atualizado em 04/03/2022, 10:48 - Autor: Com Informações de Dinho Santos de Redenção

Google News

Droga, arma, celulares e dinheiro apreendidos em poder da quadrilha
Droga, arma, celulares e dinheiro apreendidos em poder da quadrilha | Divulgação

Uma operação do Grupo Tático Operacional (GTO) resultou na prisão de uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas e assassinato em Santana do Araguaia, no Sul do Pará. 

Os militares realizavam rondas nesta quinta-feira (3), quando uma mulher acenou para a viatura e aparentando ser usuária de drogas, contou que uma casa no Setor Carajás estava funcionando como boca de fumo. 

A mulher disse também que as pessoas que residiam na casa estariam envolvidas no assassinato do homem conhecido Márcio Henrique Cosse, morto no último dia 23 de fevereiro. De posse da informação a guarnição militar foi até o local indicado.

Ao chegar à residência, os militares encontraram com três pessoas, duas mulheres e uma menor de 12 anos. Um homem ao ver a chegada da polícia, quebrou um aparelho celular que estava em seu poder. 

Na checagem do aparelho foi comprovado que o mesmo era produto de furto. No local os policiais encontraram uma balança de precisão, drogas, uma arma de fogo, cocaína, comprimidos de ecstasy, jóias, estojos de maquiagem e vários outros objetos que eram produtos de furtos e que podem ter sido utilizados como moeda de troca por droga. 

 

Parte do material apreendido com o bando
Parte do material apreendido com o bando | Divulgação
 

Veja também:

Ladrão ‘foi salvo’ pela PM de levar surra da população

Adolescente de 15 anos é baleada na cabeça em Tailândia

Polícia investiga assassinato de jovem no sudeste do estado 

Ao ser indagado pelos policiais se o bando estava envolvido no assassinato de Márcio, os suspeitos ficaram em silêncio. De imediato os acusados foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa. 

A menina que estava na residência foi entregue para o Conselho Tutelar. A Polícia Civil começou a ouvir os presos para buscar informações sobre a acusação da morte de Márcio Henrique e o porquê de o bando ser apontado como o responsável pelo assassinato. 


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS