DOL Carajás
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
VEJA O VÍDEO!

Acusado de matar esposa em Marabá é procurado pela polícia  

Ela possuía medida protetiva, mas havia reatado a relação amorosa

segunda-feira, 18/04/2022, 16:26 - Atualizado em 18/04/2022, 16:30 - Autor: Alessandra Gonçalves

Google News

Raionny Santos matou a esposa na frente dos filhos do casal
Raionny Santos matou a esposa na frente dos filhos do casal | Reprodução

A Polícia Civil procura o acusado de matar a esposa no último sábado (16), em Marabá, sudeste do estado. Francisco Raionny Santos e Silva, de 32 anos, assassinou a mulher na frente dos três filhos do casal. 

A vítima já havia registrado várias ocorrências contra o agressor por violência doméstica, embora sempre o perdoasse. Juscimaria Regina Sousa Lopes, de 26 anos, foi assassinada com várias facadas, no Bairro Nossa Senhora Aparecida (Coca-cola). 

 

A briga entre o casal teria ocorrido, pois Raionny não aceitava a separação
A briga entre o casal teria ocorrido, pois Raionny não aceitava a separação | Reprodução
 

Ele já teria inclusive sido preso por agredir a companheira, segundo informaram vizinhos da vítima. A briga entre o casal teria sido motivada, pois Raionny não aceitava a separação. 

De acordo com o superintendente de Polícia Civil, delegado Vinícius Cardoso, a vítima tinha uma relação afetiva bastante conflituosa com o acusado. Ela possuía uma medida protetiva de urgência em seu favor, que proibia o agressor de se aproximar dela. No entanto, no decorrer dessa medida ela reatou a relação amorosa.

“Foi-lhe oferecido abrigo para ela e seus filhos no âmbito da Delegacia de Atendimento à Mulher, mas a vítima se recusou a esse atendimento e reatou a relação”, disse o delegado, acrescentando que durante essa relação conflituosa teve esse desfecho fatal. 

Veja também: 

Naufrágio deixa mortos e desaparecidos no rio Tocantins

Jovens são assassinados em quitinete na Nova Marabá 

Após o crime, Raionny fugiu. “A polícia fez incursões com o objetivo de prender o acusado em flagrante, mas ele conseguiu empreender fuga. Ele é procurado pela polícia”, informou o superintendente de Polícia Civil. 

O corpo de Juscimaria Regina Sousa Lopes foi levado para o estado do Maranhão, onde moram os familiares dela, para ser sepultado.  

Veja a reportagem de James Oliveira da RBATV

 

O acusado do crime está sendo procurado pela polícia Dol Carajás 02
 





Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)