plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 29°
cotação atual R$


home
JUSTIÇA POR KAIQUE

Vídeo: tristeza e comoção marcam sepultamento de professor

Corpo do professor foi sepultado no final da tarde desta quarta-feira (28), em Marabá.

Imagem ilustrativa da notícia Vídeo: tristeza e comoção marcam sepultamento de professor camera Sepultamento do professor ocorreu na tarde desta quarta-feira (28), em Marabá | James Oliveira/ RBATV

Tristeza, choro e muita comoção marcaram o sepultamento do professor de Matemática Kaique José Dias Oliveira, 23 anos. Abalados, amigos, familiares e alunos prestaram as últimas homenagens no final da tarde desta quarta-feira (28), a vítima, no Cemitério da Saudade, na Nova Marabá.

Familiares e amigos usaram camisas pretas para expressar o luto e a revolta com o assassinato do jovem docente. “Tá sendo um momento de muita dor, porque o Kaique era uma pessoa muito especial. As aulas dele eram incríveis. O jeito que ele trazia as aulas pra gente, uma maneira alegre e fácil. E como companheira de trabalho eu perdi um irmão. Está sendo um momento muito doloroso, saber o potencial que ele tinha e agora a gente não tem mais”, disse bastante emocionada, Julia Hemily, de 19 anos, ex-aluna e atual colega de trabalho da vítima.

Amigos, alunos e colegas de trabalho no sepultamento em Marabá
📷 Amigos, alunos e colegas de trabalho no sepultamento em Marabá |James Oliveira/ RBATV

Ela contou ainda que eles trabalhavam juntos em um cursinho popular e que no próximo final de semana iniciariam as aulas. “A gente fazia parte do movimento social, ele trabalhava lá e dava aula de matemática pra gente todo final de semana. Esse cursinho é gratuito, ele ajuda jovens que não tem condição de pagar um cursinho vestibular. Então ele ia atrás de jovens da periferia pra poder dar aula. O Kaique foi um dos fundadores, ele começou dando aula na Praça da Criança. Quando viram o talento do Kaique chamaram e criou o movimento, a Casa de Educação Popular (CEP)”, explicou.

Tristeza e comoção marcam o sepultamento
📷 Tristeza e comoção marcam o sepultamento |James Oliveira/ RBA

LEIA TAMBÉM:

HOMENAGENS

O jovem professor era muito querido pelos alunos e inclusive o corpo dele passou pela escola particular onde trabalhava, onde recebeu homenagens dos alunos e colegas de trabalho.

Alessandra Gonçalves

CRIME

Câmeras de segurança da rodoviária de Parauapebas, no sudeste do estado, registraram na madrugada da última terça-feira (27), o assassinato de Kaique José Dias Oliveira.

As imagens mostram o momento em que um homem já com uma arma na mão se aproxima da vítima que havia acabado de desembarcar de um ônibus no Terminal Rodoviário de Parauapebas vindo de Marabá e parou em um caixa eletrônico da rodoviária para efetuar um saque.

Sem dar chances de defesa, o criminoso se aproxima de Kaique e atirou na cabeça da vítima. Kaique cai e mesmo assim o pistoleiro continua efetuando disparos contra a vítima, que morreu na hora. Após o crime, o criminoso fugiu.

De acordo com a Polícia Civil, nas noites de segunda-feira Kaique ia até Parauapebas, onde ministrava aulas às terças-feiras e no final do expediente voltava para Marabá.

A Divisão de Homicídios trabalha para identificar e localizar o acusado do crime. Quem tiver informações que ajudem a polícia pode entrar em contato com o número 181.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Polícia

Leia mais notícias de Polícia. Clique aqui!

Últimas Notícias