Diário Online
Dino
Dino

Pesquisa demonstra que a pandemia aumentou a intenção de transição de carreira

quinta-feira, 07/10/2021, 07:30 - Atualizado em 07/10/2021, 11:17 - Autor: DINO



Uma pesquisa realizada este ano pela Microsoft – Works Trend Index 2021, com 30 mil pessoas ao redor do mundo, mostrou que 40% dos trabalhadores consideram uma transição de carreira ainda este ano. Na América Latina, esse número aumenta para 53% segundo a pesquisa.  Com a pandemia, a ideia de empreender, criar flexibilidade na administração do tempo de trabalho e de convívio com a família tornou-se um objetivo dos profissionais de várias áreas de atuação. O trabalho remoto durante a pandemia do novo coronavírus trouxe indagações e fez com que profissionais pudessem repensar a carreira e projetar novos rumos, entretanto, mudar de trabalho exige planejamento e, neste momento, dentre os diversos obstáculos a serem superados, negociar o salário é o maior questionamento dos profissionais que decidem pela transição de carreira.

Neiva Gonçalves, Diretora de Carreira da Success People — empresa de desenvolvimento pessoal — atua há mais de 20 anos assessorando profissionais e organizações, e, presenciou um aumento exponencial na intenção da transição de carreira durante a pandemia do coronavírus: “Mudar significa lidar com sentimentos como medo, insegurança e angústia, é um processo doloroso e algumas pessoas têm mais dificuldade com transformações do que outras. Embora o cenário pandêmico tenha gerado instabilidade e, consequentemente, a necessidade de se sentir seguro, provocou mudanças enormes no cotidiano das pessoas e permitiu com que outras mudanças também acontecessem. É como se as pessoas aproveitassem o momento para promover as transformações que já eram desejadas como, por exemplo, a tão sonhada transição de carreira, é notório o aumento no desejo em torná-la realidade. Os desafios são inúmeros e, sem dúvida, exigem certa flexibilidade nas novas escolhas, uma das perguntas mais realizadas pelos executivos à nossa equipe de consultores aqui na Success é a questão salarial, como negociar na hora da entrevista”.

Para as organizações, ter flexibilidade nas pretensões salariais pode abrir portas ou tornar-se um entrave. Neiva aponta alguns caminhos a serem considerados: “É de extrema importância estar atento aos valores salariais que o mercado pratica, demonstrar na hora da entrevista flexibilidade nesta negociação é fundamental, muitas vezes a empresa acredita que não pode pagar o que o profissional deseja como planejamento de carreira tornando isto um elemento eliminatório na escolha da contratação. A transição de carreira inclui estímulos diferenciados, como nova função, nova metodologia de trabalho, atributos que geram aprendizado e motivação. Não se trata apenas de trocar de organização, mas de experienciar uma nova parceria, neste princípio, não se deve levar só em consideração o quanto ganhava-se antes e qual a projeção do futuro, e, sim, estar atento aos benefícios desta transição. Porém, é importante saber exatamente os limites a serem negociados para que não demonstre desespero e acabe sugerindo insegurança na hora contratação”.

 

 



Website:

http://www.successpeople.com.br
Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS