Diário Online
LANÇAMENTO

Real e fantástico se misturam em contos de Edson Coelho

O livro de conto "Unicidades" traz histórias em que o real é ampliado ao alcance das metáforas e responde questões humanas sobre o amor, o sexo, a liberdade, a morte e a própria literatura.

segunda-feira, 03/01/2022, 14:16 - Atualizado em 03/01/2022, 17:13 - Autor: ALAN BORDALO


Edson Coelho de Oliveira lança mais um livro, desta vez sobre contos: "Unicidades".
Edson Coelho de Oliveira lança mais um livro, desta vez sobre contos: "Unicidades". | Divulgação

Você tem alguma coisa a dizer sobre isso? Foi respondendo a essa pergunta que Edson Coelho de Oliveira abordou temas como o amor, o sexo, a liberdade, a morte, a própria literatura, o tempo. O livro “Unicidades” reúne dez contos, enquadrando o real no gênero fantástico, com insólitas parábolas e metáforas. Lançamento (pela Amo! Editora) no dia 7 de janeiro (próxima sexta-feira) no Espaço Cultural Boiúna, a partir das 20h. 

 “Há, em toda existência, aqueles momentos em que tudo parece convergir para um fim, que pode ser de êxtase ou angústia”, comenta Edson Coelho. “São estes momentos que chamo de unicidades”.

Entre os enredos, um homem que, pela primeira vez, usa um camartelo numa pedra-sabão e sente o prazer de produzir arte; um encontro entre uma moça e o Tempo (que é um garoto) em frente ao Teatro da Paz duplicado; um olho de areia (que é a memória) se forma no deserto e vem parar na Amazônia, produzindo uma estranha onda sonora que alerta as consciências; por uma espécie de magia, um rapaz revisita todo o tempo e descobre o DNA não das espécies vegetais ou animais, mas da linguagem.

“São histórias em que o real já surge transfigurado, ampliando o alcance das metáforas e garantindo o prazer de enredos imprevistos, o prazer da imaginação”, acredita Edson. “Tudo com texto bem trabalhado, pois o que mais amo na literatura é a linguagem”.

 

Ilustrações de Samantha Ranny emprestam sentido imagético aos contos de Coelho.
Ilustrações de Samantha Ranny emprestam sentido imagético aos contos de Coelho. | Divulgação
  

 “Unicidades” traz dez ilustrações impactantes da artista paraense Samantha Ranny, que de fato são uma obra à parte dentro do livro, tal a excelência das imagens. “O que me surpreendeu nas ilustrações foi o fato de a Samantha ter ido na veia dos contos: ter captado com justeza os momentos em que se dão as unicidades, o ponto de união do fantástico com o real e suas metáforas”, elogia o autor.

Para Edson, a fragmentação é o que melhor define a contemporaneidade, daí, como um contraponto dialético, a memória é um dos principais temas de “Unicidades”. “As memórias liquidas, as saudades esvanecidas, os amores apressados são concretizados pela palavra: ganham, paradoxalmente, a realidade material da ficção”.

Edson Coelho de Oliveira é jornalista, publicitário e escritor, autor de vários livros, como “Do real imaginado” (poesia). “Eu te amo” (romance) e “Amor e sexo – 28 relatos” (contos).

O Centro Cultural Boiúna fica na Pariquis, 1556, perto da Apinagés.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS