plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 25°
cotação atual R$


home
ATÉ O ANO QUE VEM

Tchau, Mangueirosa! Bloco se despede do carnaval no sábado

Bloco Tchau Tchau Amor comanda ressaca do carnaval no Ver-o-Rio neste sábado (17)

Imagem ilustrativa da notícia Tchau, Mangueirosa! Bloco se despede do carnaval no sábado camera Circuito Mangueirosa se despede do Carnaval neste sábado (17) | Divulgação

Os foliões se despedem do Circuito Mangueirosa neste sábado, 17, com o Bloco Tchau Tchau Amor, que terá palco montado no Complexo Ver-o-Rio a partir das 15h. Por lá, a folia é gratuita e começa com o DJ Tchau Tchau Amor e a DJ Nat Esquema. Por volta das 17h, o público ferve ao som do grupo Tamboiaras, com participação de Brenda Moraes, Iris da Selva e Katarina Chaves.

Este, que é considerado o bloco da “ressaca” do Mangueirosa, é o único que também inclui cortejo com trio elétrico ao final de sua programação, às 20h, saindo do Ver-o-Rio em direção à casa de shows Music Park Belém, localizada na Praça Waldemar Henrique. E quem faz o público virar pipoca de cima do trio neste percurso são as cantoras Julia Passos, Ruth Costa e Rafaela Travassos.

“Estamos trazendo esse ano um line-up bem diverso. A maioria das nossas artistas são mulheres. Inclusive, quem vai puxar o trio é uma banda só de cantoras mulheres. Isso vai ser um grande diferencial. É o único bloco do Circuito Mangueirosa que vai ter o cortejo. A gente está com uma grande expectativa de que o público venha participar nessa ressaca do carnaval”, afirma Brenda Paes, membro da diretoria do Mangueirosa.

Ao final do cortejo, ainda há opção do público adentrar o Music Park para o “after” do Bloco Tchau Tchau Amor. “Essa é a única programação que é paga”, destaca Brenda Paes. “Na Casa Mangueirosa (Music Park), a gente vai ter a DJ Tiana, o Pagode das Meninas, com participações de Richelle Halliday e Layse, e a DJ Gabi Matos”, detalha.

Ela destaca ainda a participação massiva de mulheres no bloco. “A maioria do nosso grupo é formada por mulheres, tem o Íris da Selva, um homem trans. A nossa proposta é dar esse palco para as mulheres, tendo a presença feminina desde os bastidores ao trio, no vocal, nos instrumentos, fortalecendo essa imagem das mulheres enquanto artistas, enquanto potências culturais no nosso estado. A gente tem grandes nomes de artistas mulheres e é uma forma de homenageá-las”.

Brenda conta que não vai faltar uma pegada mais carimbó e da música mais regional a este encerramento. “A gente pensou, por exemplo, nas Tamboiaras, um grupo só de mulheres que traz essa musicalidade paraense de tambor, como se fosse um pedido de licença para entrar nesse nosso circuito com o Tchau Tchau Amor. No caso do trio, gostamos muito dessas três artistas e a gente conversou com cada uma delas para saber se topariam esse desafio de se unir para cantar em cima do trio e elas adoraram a ideia. Elas estão nesse processo de ensaio, se empenhando para ter essa entrega, vai ser algo bem diferente”, garante a diretora.

Circuito que celebra o carnaval da capital se despede com direito a cortejo com trio elétrico.
📷 Circuito que celebra o carnaval da capital se despede com direito a cortejo com trio elétrico. |Divulgação

BREGA É TUDO

Outra proposta do Circuito Mangueirosa é mostrar a musicalidade do brega em diversos ritmos, acrescenta Brenda Paes. “Tanto no trio quanto no Ver-o-Rio, a gente vai ver brega em formato de carimbó, brega em formato de axé e as nossas músicas que ouvimos desde crianças, em diversos ritmos. Então tem ainda o protagonismo do brega, enquanto ritmo”, analisa Brenda.

No after, o Pagode das Meninas é quem comanda a programação numa vertente mais do pagode elétrico. “Elas trazem o brega, o pagode, o axé e um pouco de tudo que a gente gosta pra esse show, somando com nossas DJs, como a Gabi Matos, que tem um estudo específico sobre o brega e traz um setlist a partir desse estudo”, diz Brenda. Já a DJ Tiana aposta no pop.

“A programação está bem diversa e regional, que é a cara do Mangueirosa. É a última festa, vamos dizer, do Mangueirosa no carnaval, porque enquanto circuito, tem vários projetos que a gente quer desenvolver durante o ano também”, antecipa Brenda Paes.

Ruth Costa estreia no trio, com muita garra e frio na barriga

Ruth Costa parabenizou a representatividade feminina do bloco
📷 Ruth Costa parabenizou a representatividade feminina do bloco |Divulgação

É a primeira vez que a cantora Ruth Costa comanda o carnaval em cima de um trio elétrico. A emoção está nas alturas para essa estreia no Mangueirosa, descreve ela. “Já tinha feito participação no Bloco Minha Boca Treme, com o Jeff Moraes, que ele faz com uma bike som, mas no trio é a primeira vez - mas com muita garra, muita vontade e frio na barriga! A gente já acorda pensando no Tchau Tchau Amor e fica cantando a música o dia inteiro e aí é chamar a galera pra essa ressaca de carnaval que vai ser incrível, com nostalgia e também uma oportunidade para as pessoas que não curtiram o carnaval, poderem se jogar atrás do trio com muito brega axé e muita energia”, convoca Ruth Costa.

A cantora comenta ainda a grande representatividade feminina nesse finalzinho de Circuito no Ver-o-Rio. “Eu me sinto honrada por ser uma das escolhidas para fazer parte desse momento. Eu sou do samba, mas trago todas as outras artistas da Amazônia comigo também. Essa representação de ter só mulheres artistas em cima de um trio é um ganho não só pra gente em cima do trio, mas para todas as mulheres, as negras, as mulheres LGBTs, as artistas. A gente fará isso com muita qualidade, com uma direção musical incrível da Camila Alves”.

Para Ruth Costa, a proposta do bloco fará história. “Eu sei que isso é um marco também no carnaval paraense, e eu estou muito feliz, empolgadíssima, vou estar com duas mulheres incríveis, que são a Julia Passos e a Rafaela Travassos. A gente está se divertindo muito, fazendo isso com muita qualidade, profissionalismo, mas também brincando bastante, que é importante também”, destaca a cantora.

O repertório que o trio leva será essencialmente paraense, mas terá espaços para diversos ritmos - o que vale é a alegria, diz a artista. “Além de axé, a gente tem muita coisa bacana para mostrar, como a cumbia e a lambada. Cada uma de nós está trabalhando o repertório individualmente e em equipe. Nós vamos cantar juntas no trio elétrico, sendo que cada uma vai fazer um pedaço também. É essa unidade mesmo, de três mulheres fazendo muita música. O bacana é que a gente vai cantar também a música do Bloco Tchau Tchau Amor todas juntas, que traz muita nostalgia e música gostosa. Vai ser muito massa!”, promete Ruth Costa.

FOLIA

Bloco Tchau Tchau Amor

  • Quando: Sábado, 17, a partir das 15h, com cortejo de encerramento às 20h.
  • Onde: Complexo Ver-o-Rio (Av. Mal. Hermes, 1374 - Umarizal)
  • Quanto: Gratuito.

After Tchau Tchau Amor

  • Quando: Sábado, 17, a partir das 20h.
  • Onde: Casa Mangueirosa/Music Park Belém (Praça Waldemar Henrique, 2 - Reduto)
  • Quanto: R$ 20, com venda na bilheteria e online (ingresse.com/ mangueirosa2024)
  • Mais informações: Instagram @circuitomangueirosa
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Cultura

Leia mais notícias de Cultura. Clique aqui!

Últimas Notícias