Diário Online
FAMOSO

Gil do Vigor é contratado pela Globo e comemora a novidade

Ex-BBB aproveitou oportunidade e dica do Boninho. Agora, ele é funcionário da emissora.

quarta-feira, 12/05/2021, 07:33 - Atualizado em 12/05/2021, 15:15 - Autor: com informação da Folhapress


Gil do Vigor tem aproveitado bem as oportunidades pós BBB21.
Gil do Vigor tem aproveitado bem as oportunidades pós BBB21. | Reprodução

Cachorrada, alegria e muito entretenimento, são o resumo do participante do BBB 21. A sua originalidade levou ele bem longe no jogo.

Agora Gilberto Nogueira, um dos mais populares participantes do BBB 21, foi contratado pela Globo para participar de projetos que serão anunciados em breve. 

Conhecido pelo jeito alegre e intenso nas discussões, Gil do Vigor vai conciliar a nova vida de famoso com o pós-doutorado em economia na Universidade da Califórnia, em Davis, nos Estados Unidos. O pós-doutorado começa em setembro.

"Estou muito feliz, regozijado e meu coração está acelerado. Agora estou chique, fino, sou um contratado da Globo" ele contou . "O projeto ainda está em construção, Brasil, calma!".


A informação foi divulgada nesta terça-feira (11)). Segundo o jornal Extra, Gil terá um quadro no programa Encontro com Fátima Bernardes. No sábado (15), Gil vai participar do Altas Horas (Globo) e falará mais sobre a contratação.

O economista disse recentemente que entrou no BBB 21 para ter voz e representar muitas pessoas que não são ouvidas no país.

Nas entrevistas após sair do reality, ele tem ressaltado a importância da educação em sua vida e os esforços para seguir na carreira acadêmica. Para ele, é preciso que os governantes tomem atitudes para minimizar as injustiças do Brasil. "Nós perdemos talentos", avalia.

Segundo o economista Claudio Ferraz, que foi professor do ex-BBB, Gil do Vigor quer mudar o Brasil. "Ele quer ter um PhD para ajudar a mudar o Brasil e quer mostrar que educação e pesquisa são cruciais para essa mudança. Orgulho de professor", completou Ferraz, que é professor da Vancouver School of Economics, University of British Columbia, Canadá, e do Departamento de Economia da PUC-Rio.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS