Diário Online
SAIBA MAIS

Filha de Belchior é condenada após matar pedófilo e ocultar

Buchwieser, morto por Isabella, tinha um histórico de crimes relacionados a pedofilia.

quarta-feira, 23/03/2022, 22:18 - Atualizado em 23/03/2022, 22:18 - Autor: DOL

Google News

Filha de Belchior, com a namorada, a esquerda
Filha de Belchior, com a namorada, a esquerda | Reprodução

Isabella Meneghelli Belchior, filha do cantor Belchior, foi condenada a 9 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver em julgamento ocorrido na madrugada desta quarta-feira (23), por júri popular, em São Carlos (SP).

Isabella e os irmãos Estefano Rodrigues e Bruno Thiago Dornelas Rodrigues foram condenados pela morte do ex-metalúrgico Leizer Buchwieser dos Santos, em 2019, na mesma cidade onde ocorreu o julgamento. A ex-namorada de Isabella e irmã dos condenados, Jaqcueline Priscila Dornelas Chave, foi absolvida. 

Após a condenação, muitas pessoas e, inclusive, o delegado responsável pelo caso, Gilberto de Aquino, disseram que Buchwieser tinha um histórico de crimes relacionados a pedofilia. O corpo dele foi encontrado queimado em um canavial, com pés e mãos amarrados no dia 1º de setembro de 2019 na zona rural da cidade. 

De acordo com depoimento dos acusados, o plano era agendar um encontro do ex-metalúrgico com uma criança pela internet e extorqui-lo. Após o encontro e antes da suposta entrega da criança, houve uma discussão e Buchwieser foi esfaqueado e morto.

A advogada dos irmãos, Sandra Mara de Oliveira, disse que não pretende recorrer da condenação de Estefano e Bruno, que pegaram 11 anos de prisão cada um.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS