Diário Online
HISTÓRICO

U2 faz show gratuito em metrô na Ucrânia; veja os vídeos!

Entre o pequeno público que assistiu à apresentação estavam membros das forças armadas ucranianas, Bono convidou um soldado ucraniano a cantar uma versão de "Stand by Me".

domingo, 08/05/2022, 14:54 - Atualizado em 08/05/2022, 17:13 - Autor: DOL com informações da Folhapress

Google News

"O povo da Ucrânia não está apenas lutando por sua própria liberdade, está lutando por todos nós que amamos a liberdade", disse o cantor.
"O povo da Ucrânia não está apenas lutando por sua própria liberdade, está lutando por todos nós que amamos a liberdade", disse o cantor. | Divulgação

Sempre engajado em questões políticas e sociais, o cantor irlandês Bono Vox, do grupo U2, deu um show neste domingo (8) em uma estação de metrô de Kiev, durante o qual elogiou a luta da Ucrânia pela "liberdade" e pediu que a paz chegue em breve.


Da plataforma de uma estação de metrô da capital ucraniana, o lendário músico, de 61 anos, e o guitarrista The Edge apresentaram vários clássicos do grupo, como "Sunday Bloody Sunday", "Desire" ou "With or without you".

Leia também

Alok faz disco com indígenas e ignora Bolsonaro

Cantor Conrado passa por cirurgia geral e estado é grave

"O povo da Ucrânia não está apenas lutando por sua própria liberdade, está lutando por todos nós que amamos a liberdade", disse o cantor.

Bono também fez referência aos conflitos que devastaram seu país, a Irlanda, e os problemas que foram desencadeados com seu poderoso vizinho britânico.


"Rezamos para que em breve desfrutem um pouco de paz", acrescentou.

A apresentação surpresa de Bono -que ao longo de sua carreira colaborou em múltiplas causas, incluindo a luta contra a pobreza e a aids- ocorreu quando as sirenes antiaéreas eram ouvidas em Kiev e no leste do país, onde os combates se intensificaram.

Em um momento do show, Bono convidou um soldado ucraniano a cantar uma versão de "Stand by Me".

Entre o pequeno público que assistiu à apresentação estavam membros das forças armadas ucranianas.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS