Esporte
QUE VENHA O BOTA

Remo enfrenta Botafogo um dos campeões nacionais

Remo tem o primeiro grande desafio na disputa da segunda divisão desta temporada: o Botafogo, no Raulino de Oliveira, no Rio de Janeiro. Azulinos prometem dedicação máxima pela vitória

domingo, 13/06/2021, 11:53 - Atualizado em 13/06/2021, 11:53 - Autor: Matheus MIranda


Gedoz foi mal no último jogo e precisa dar a resposta, hoje, ao torcedor remista
Gedoz foi mal no último jogo e precisa dar a resposta, hoje, ao torcedor remista | Samara Miranda/Remo

O Clube do Remo terá pela frente, hoje, o seu primeiro adversário com a grife de campeão da elite nacional, nesta que é considerada a maior Série B de todos os tempos justamente pela presença de agremiações referendadas com a taça do Brasileirão em suas histórias. E o Botafogo-RJ promete ser páreo duro.

As equipes se encaram às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela terceira rodada da competição e com um nível interessante de teste para o decorrer da competição.

Brasil abre a Copa América contra a Venezuela hoje à noite

Os paraenses vão em busca de mais três pontos na tabela, para manter a invencibilidade no certame e apagar a derrota no meio da semana (10), para o Atlético-MG, na Copa do Brasil. Dessa maneira, confiantes pela boa postura diante do Galo, mesmo com a derrota por 2 a 1, seguido da eliminação, os azulinos pretendem bater de frente contra o Fogão, que tem oscilado nesta temporada.

A comissão técnica não deve realizar mudanças na sua escalação, em relação à onzena da última quinta-feira. Com foco total na Série B, o técnico Paulo Bonamigo destacou a importância de fazer um jogo inteligente e eficiente, visto que a própria competição exige isso.

“É evidente que temos que crescer muito na Série B. Esse ano ela está muito competitiva, mas nós temos que procurar evoluir já no próximo jogo contra o Botafogo. A gente sabe que é outro tipo de jogo, um jogo de mais intensidade”, disse.

Com a chance de galgar ainda mais posições na tabela neste começo de Segundona, em caso de um triunfo, Paulo Bonamigo enfatizou a concentração ao mapear o estilo de jogo adversário, que, de acordo com o próprio, tende a ser perigoso aos azulinos.

“O Botafogo é um time mais vertical, então temos que procurar corrigir os erros, descansar bem, porque nós temos uma maratona de grandes jogos para que a gente possa ter o grupo inteiro à disposição”, avaliou o comandante.

E MAIS... FOGÃO VEM COM TUDO

Em busca da sua segunda vitória consecutiva pela Série B, e engatar de vez uma boa fase, o Botafogo-RJ encara nesta tarde o Clube do Remo, com a expectativa de estrear com o pé direito no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O local será o mando do Fogão durante a Copa América no Brasil. Embalado por uma vitória contundente de 2 a 1 sobre o Coritiba, os mandantes esperam somar novos três pontos diante dos paraenses. O técnico Marcelo Chamusca, contudo, terá uma ausência importante no seu time. O volante Pedro Castro, titular, continuará fora após lesão ainda no primeiro tempo no jogo passado do Fogão. Guilherme Santos deve ser o substituto na cabeça de área.

l Mesmo com o fator casa a seu favor, a equipe do Botafogo exaltou a qualidade do Leão Azul. “Não tem favoritismo. Temos que colocar os pezinhos no chão. Sabemos que é um campeonato difícil, já disputei cinco Séries B e conquistei dois acessos. Cada jogo tem que ser uma final para nós. Domingo será uma final para nós e tenho certeza de que sairemos vitoriosos. Conheço bem o adversário, é uma equipe aguerrida. Vamos fazer de tudo para conseguir a vitória dentro de casa no domingo. Precisamos desses três pontos para subir mais na tabela”, disse o zagueiro Gilvan.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS