Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
QUEM VAI ACEITAR?

Copa América: Estados se posicionam sobre a competição

Com a reforma do Mangueirão, o Pará dificilmente estará entre as possíveis sedes, caso de fato o torneio seja realizado

terça-feira, 01/06/2021, 12:14 - Atualizado em 01/06/2021, 12:12 - Autor: Augusto Rodrigues, com informações da Folhapress


Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul recusam receber evento. Se colocaram à disposição para sediar jogos São Paulo, Mato Grosso e Amazonas
Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul recusam receber evento. Se colocaram à disposição para sediar jogos São Paulo, Mato Grosso e Amazonas | Lucas Figueiredo - CBF

Os altos números de casos da Covid-19, que indicam circulação intensa do coronavírus Sars-CoV-2 no país, e a vacinação ainda lenta contra a doença sinalizam que é inadequada a realização de uma competição como a Copa América no Brasil no atual momento, segundo médicos infectologistas. "Trata-se de uma situação absurda e irresponsável. O campeonato está programado para ocorrer quando o país estiver atingindo a faixa das 500 mil vidas perdidas pela Covid-19, um total desrespeito", afirma Leonardo Weissmann, infectologista do Instituto Emílio Ribas e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Diante desse cenário, governadores e secretários estaduais passaram a manifestar publicamente suas opiniões sobre as possibilidades de receberem jogos da Copa América. Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul recusam receber evento. Se colocaram à disposição para sediar jogos São Paulo, Mato Grosso e Amazonas.

Após Conmebol agradecer, governo Bolsonaro não confirma Copa

"Absurdo". Luis Roberto fala furioso sobre Copa América

  

Estados que disseram “não” à Copa América

Pernambuco

A assessoria de imprensa do governador Paulo Câmara, divulgou nota na qual o chefe do executivo estadual afirma que “o atual cenário epidemiológico não permite a realização de evento do porte da Copa América no território de Pernambuco”.


Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte não tem condições de sediar a Copa América, disse a governadora Fátima Bezerra em entrevista à Rádio Bandeirantes. O estado não tem condições epidemiológicas para receber o evento, embora tenha estruturas físicas para realizá-lo, informou a chefe do executivo potiguar.


Bahia

Em pronunciamento enviado à TV Bahia na noite de segunda-feira (31), o governador da Bahia, Rui Costa, voltou atrás e disse que o estado não vai receber jogos da Copa América 2021. O governador destacou que a Arena Fonte Nova abriga um hospital de campanha.


Minas Gerais

“Diante da possibilidade de uma terceira onda da pandemia em todo o país e da consequente necessidade de preservar o sistema de saúde, o estado não considera prudente a realização de quaisquer eventos que envolvam aglomeração de pessoas”, disse em nota enviada à imprensa o governo de Minas Gerais.


Rio Grande do Sul

“Pessoalmente entendo que seria inoportuno realizar a competição no estado e no Brasil neste momento. Precisamos concentrar esforços no enfrentamento a pandemia, e nesse contexto é inadequado que a competição ocorra aqui, mesmo sem público nos estádios. Fazer a Copa América no Brasil e no Rio Grande do Sul, agora, seria acrescentar um problema ao país. Seria inoportuno e inconsequente", disse em entrevista ao UOL o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.

  

Estados que disseram “sim” à Copa América

Amazonas

O governador do Amazonas, Wilson Lima, afirmou em entrevista à rede de notícias CNN que “tem todo interesse” em receber jogos da Copa América no estado. Ele disse concordar com a iniciativa do país de sediar o evento e que não vê problemas mesmo diante do risco da chegada de uma terceira onda da Covid-19 no país.


São Paulo

"O Governo de São Paulo não fará objeção caso a CBF defina São Paulo como um dos locais de jogos da Copa América, desde que os protocolos do Plano São Paulo sejam obedecidos", disse o governo, em nota enviada à imprensa.

 

Mato Grosso

Mato Grosso ofereceu a Arena Pantanal, estádio da Copa do Mundo de 2014, para receber jogos da Copa América, segundo disse ao UOL Alberto Machado, secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso. De acordo com o secretário, o governador do Estado, Mauro Mendes, entrou em contato com fontes da CBF para articular o uso do estádio na competição.

 

Distrito Federal (Brasília)

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou em entrevista ao portal Metrópoles que não existirá impedimento por parte do governo local para que Brasília seja sede da competição continental. “Não haverá resistência da minha parte”, disse.

 

Ainda não se posicionaram

Quanto aos estados que não sediaram o mundial em 2014, é praticamente nula a possibilidade de o Pará receber jogos da Copa América, uma vez que o Mangueirão, maior arena do estado, está fechado para reformas. O governo da Paraíba já se mostrou contrário a sediar a competição. Wellington Dias, governador do Piauí, afirmou que somente com a vacinação é que o Brasil poderá realizar eventos esportivos.

Os governos do Espírito Santo, Goiás, Santa Catarina e Maranhão, onde há estádios com possibilidades de receberem jogos internacionais, ainda não se posicionaram claramente sobre a realização da Copa América em seus respectivos territórios.

Dentre os estados que seriaram a Copa do Mundo, em 2014, Rio de Janeiro, Ceará e Paraná ainda não se manifestaram sobre a possibilidade de receber jogos da Copa América.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS