Diário Online
Esporte / Esporte Brasil
TERÁ QUE SER NA RAÇA

Santos vai para decisão na Sul-Americana sem sete titulares

Equipe brasileira precisa vencer o Universidad Católica no Equador para seguir firme na briga por uma vaga nas oitavas de final da competição

quarta-feira, 04/05/2022, 22:32 - Atualizado em 04/05/2022, 22:31 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

Mesmo fora da zona de classificação às oitavas de final, o Santos terá um time misto contra a Universidad Católica (Equador), nesta quinta-feira (5), em Quito, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

O time alvinegro é o terceiro colocado do Grupo C, com quatro pontos, e perde no saldo de gols para a Universidad (um contra zero). O Unión La Calera (Chile), com cinco, é o líder. O Banfield (Argentina) é o lanterna, com três. Faltam três jogos e apenas o primeiro lugar avança ao mata-mata.

Com duas partidas em casa antes de fechar essa etapa, o Santos do técnico Fabián Bustos decidiu poupar titulares no Equador. A reportagem apurou que o goleiro João Paulo, o zagueiro Maicon, o lateral direito Madson, o volante Rodrigo Fernández, o meia Ricardo Goulart e os atacantes Léo Baptistão e Jhojan Julio não foram relacionados. Goulart não é titular absoluto, mas atua com frequência e esteve no 11 inicial contra o Unión La Calera, no Chile.

Para minimizar os efeitos da altitude de quase 3.000 metros em Quito, o Santos treina em Guayaquil, a nível do mar, antes de chegar no local do jogo horas antes de a bola rolar. O time paulista trabalhou no CT do Barcelona nesta terça-feira (3) e nesta quarta-feira (4).

Sem o capitão João Paulo, John pode atuar pela primeira vez em quase um ano. A última partida do goleiro reserva foi na vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, em 20 de junho de 2021. O goleiro passou por cirurgia no joelho direito.

TIME QUER INVESTIGAR LESÕES DE ÂNGELO

O Santos está preocupado com a saúde de Ângelo e aproveita mais uma lesão muscular para investigar as causas e encontrar soluções para um melhor aproveitamento do atacante de 17 anos.

Em 17 de março, ele foi diagnosticado com uma lesão no bíceps femoral da coxa direita. O prazo de recuperação foi estimado em cinco ou seis semanas e o Menino da Vila retornou em 13 de abril, menos de um mês depois, contra a Universidad Católica (EQU), na Vila Belmiro, pela Copa Sul-Americana.

O clube alvinegro utiliza tecnologia para liberar ou não um jogador para as partidas. Antes de ser relacionado pelo técnico Fabián Bustos, Ângelo não apresentou dor e atingiu sua média em velocidade máxima e distância percorrida nos treinamentos.

Desde a volta, Ângelo disputou cinco jogos e teve outra lesão muscular na coxa direita diagnosticada no último sábado (30). A princípio, o Santos temeu a possibilidade de uma "recaída" no bíceps femoral. O problema, no entanto, foi mais leve e na posterior, em outro tecido.

Ângelo faz fisioterapia e já está sem dor, mas o Santos quer entender a origem desses desconfortos. O departamento de saúde acredita que o problema está no volume de intensidade alto para um garoto de apenas 17 anos e que ainda está em maturação física.

O Santos crê que essa nova lesão será superada em mais uma semana, mas a transição do departamento médico para o campo será maior. A ideia é fortalecer bem a coxa e recondicionar o jovem para aguentar a rotina de jogo a cada três ou quatro dias. Se for necessário, Bustos será aconselhado a preservar Ângelo de algumas partidas ou substitui-lo no decorrer dos compromissos para não ultrapassar determinada minutagem.

Destaque do club alvinegro na temporada, Ângelo não enfrentará a Universidad Católica, nesta quinta-feira, em Quito. Ele também será desfalque diante do Cuiabá, no domingo (8), na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. O camisa 11 deve continuar fora contra o Coritiba, no dia 12, pela Copa do Brasil, e possivelmente diante do Goiás, dia 15, em Goiânia, pelo Brasileiro.

Com a falta dos titulares, alguns jogadores de pouco espaço no elenco foram relacionados para a partida desta quinta-feira. São os casos do zagueiro Robson Reis e do meia Bruno Oliveira. Uma possível escalação inicial do Santos é: John, Auro, Eduardo Bauermann, Emiliano Velázquez (Kaiky) e Lucas Pires; Willian Maranhão, Vinicius Zanocelo (Sandry), Felipe Jonatan e Gabriel Pirani (Lucas Barbosa); Lucas Braga (Bryan Angulo) e Marcos Leonardo.

A Universidad Católica, do técnico Miguel Rondelli, deve ir a campo com: Darwin Cuero; Gregori Anangonó, Yuber Mosquera, Anderson Ordóñez e Layan Loor; Willian Cevallos, Facundo Martínez, Kevin Minda; Ismael Díaz, Lisandro Alzugaray e Cristian Martínez Borja.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS