Diário Online
Esporte / Esporte Brasil
4x0

Corinthians goleia Santos e encaminha vaga na Copa do Brasil

Timão colocou praticamente os "dois pés" nas quartas de final da competição e Peixe precisa de milagre

quarta-feira, 22/06/2022, 23:53 - Atualizado em 22/06/2022, 23:49 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

Timão passou o trem
Timão passou o trem | Corinthians

Em sua melhor apresentação na temporada 2022, o Corinthians não tomou conhecimento do Santos e deixou sua vaga às quartas de final da Copa do Brasil muito bem encaminhada. Apoiado nesta quarta-feira (22) por mais de 40 mil torcedores na Neo Química Arena, o Timão goleou o Peixe, por 4 a 0, com gols de Giuliano (duas vezes), Gustavo Mantuan e Raul Gustavo, e ouviu sua torcida cantar 'olé' com o baile no segundo tempo. O confronto de volta, na Vila Belmiro, acontece no dia 13 de julho.

O clássico foi marcado pelo completo domínio do Corinthians na partida. Escalado com Willian entre os titulares, o Timão teve uma postura ofensiva desde o início da partida, abriu três gols de vantagem ainda no primeiro tempo e, na etapa final, ainda colocou alguns garotos da base em campo e rodou o elenco. O Santos, com um a menos em campo no segundo tempo após a expulsão de Zanocelo, pouco pôde fazer e precisa de um resultado elástico para se manter vivo na Copa do Brasil.

A partida começou com o Corinthians dominando o meio de campo e o Santos armado para o contra-ataque. O primeiro lance de perigo aconteceu após troca de passes entre Du Queiroz, Fagner e Gustavo Mantuan pela direita. O trio triangulou pela beirada do campo e a bola chegou na pequena área para Róger Guedes apenas empurrar para o fundo da rede, mas o camisa 9 bateu por cima e mandou a bola para as arquibancadas da Neo Química Arena.

O lance seguinte à isolada de Róger Guedes foi justamente o primeiro gol do Corinthians. Após roubada de bola no meio de campo, Willian avançou pela esquerda, tocou em profundidade para Lucas Piton e o lateral cruzou rasteiro para Gustavo Mantuan fazer o facão e estufar a rede defendida por João Paulo. O time do Santos reclamou de falta no início da jogada, mas o VAR não viu infração alguma e validou o gol.

A vantagem no placar não fez o Corinthians mudar sua postura em campo e, oito minutos depois, conseguiu o segundo gol diante do Santos. Em jogada individual de Róger Guedes pela direita após passe em profundidade de Willian, a bola chegou para Du Queiroz dentro da área, o volante chutou e acertou o meia Giuliano. O desvio na jogada enganou a defesa adversária e a bola parou no fundo da rede santista.

O primeiro tempo de gala do Corinthians foi encerrado com mais um gol. Em jogada de escanteio pela direita, o zagueiro Raul Gustavo subiu mais alto do que seus adversários e testou no chão para vencer João Paulo, fazer o terceiro do Timão, e fechar a festa da equipe da casa nos 45 minutos iniciais.

Com três gols de desvantagem e sem conseguir medir forças com o Corinthians, o Santos voltou do intervalo com a mesma formação e encontrou as mesmas dificuldades do primeiro tempo para segurar os pontas abertos do time adversário. As primeiras mexidas de Fabián Bustos aconteceram aos oito minutos da etapa com as entradas de Camacho e Felipe Jonatan.

Escalado como titular do Corinthians, o zagueiro João Victor voltou a sentir dores no tornozelo direito e precisou ser substituído nos minutos iniciais do segundo tempo. O jogador foi desfalque por sete partidas seguidas e retornou à lista de relacionados neste clássico.

A conta do Corinthians poderia ter sido maior caso na Neo Química Arena. Depois de receber passe de Willian, o atacante Róger Guedes invadiu a área santista no meio de dois defensores, caiu dentro da área e o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. O VAR foi acionado, o juiz reviu o lance e invalidou a marcação ao perceber que não houve falta na jogada.

A situação ficou ainda mais complicada quando o meia Vinicius Zanocelo cometeu falta em Piton com o Peixe ainda no ataque. A princípio, não houve cartão na jogada, mas o VAR recomendou a revisão do lance, o árbitro viu a cotovelada em Lucas Piton e expulsou o jogador do Santos aos 16 minutos do segundo tempo.

Em jogada de escanteio, a bola chegou pelo alto na área do Santos, a zaga bateu cabeça e a bola sobrou para Giuliano encher o pé e marcar o quarto gol do Corinthians no clássico - o seu segundo na partida. Houve o pedido de impedimento na jogada, mas o VAR validou o lance.

As equipes voltam a se enfrentar no sábado (25), às 19h (horário de Brasília), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clássico paulista, assim como aconteceu nesta noite, também será disputado na Neo Química Arena.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS