Esporte / Esporte Pará
VAI TER EVOLUÇÃO

Papão viaja para estreia na Copa do Brasil

Papão viajou rumo ao Rio de Janeiro para enfrentar o Madureira-RJ

segunda-feira, 08/03/2021, 10:01 - Atualizado em 08/03/2021, 11:02 - Autor: Tylon Maués/ Diário Online


O meia Ruy crê que o time vai se apresentar cada vez melhor
O meia Ruy crê que o time vai se apresentar cada vez melhor | Reprodução

A delegação do Paysandu viajou ontem à noite ao Rio de Janeiro, onde quarta-feira encara o Madureira-RJ, em partida única válida pela primeira fase da Copa do Brasil 2021. O técnico Itamar Schülle relacionou 20 jogadores, tendo como novidade a presença do meia João Paulo, contratado semana passada e que ainda não havia sido inscrito para nenhuma partida. O goleiro Victor Souza, que ficou de fora do confronto com o Paragominas por causa de uma fratura no nariz, voltou a ser relacionado. Ao todo, serão dois jogos durante os próximos sete dias, já que domingo o time bicolor volta a campo contra o Carajás, pela terceira rodada do Parazão.

No meio de campo, Ruy provavelmente irá para sua segunda partida desde que chegou a Curuzu. Ele avaliou sua participação nos 45 minutos iniciais diante do PFC como boa, dentro das limitações impostas pelo pouco tempo de treinamento. Depois de amanhã ele terá tido mais tempo, mas ainda pequeno para uma preparação adequada.

“Avalio como uma estreia muito boa. Logicamente falta ritmo de jogo e entrosamento, mas eu creio que em meu papel individual tentei fazer o que o Itamar pediu. Criar jogadas, fazer o time jogar e, se possível, finalizar a gol”, disse. “Acho que consegui desempenhar um bom papel. Em cima disso, entra a parte física. Logicamente tive pouco tempo para trabalhar a parte física e técnica, com os dias e os treinos, creio que irei melhorar mais”, completou Ruy.

Para o meio-campista, a primeira impressão em um jogo oficial foi de uma equipe coesa e com jogadores interessantes. Ele admite que ainda foi pouco tempo para o treinador implantar seu estilo de jogo, mas ele garante que o que viu individualmente deu para entender que, com o tempo, com o trabalho coletivo vai haver uma melhora muito grande.

O que Ruy salientou foi a dificuldade encontrada na Arena Verde, com a partida sendo disputada sob chuva forte e com um campo muito pesado. Segundo ele, uma amostra do que vem pela frente na competição estadual. “Consegui ter uma prévia. Nossos companheiros estavam informando e deu para ver o que será o Parazão. A parte mais difícil foi campo. Pesado, grande, mas é o campeonato. Dentro das dificuldades nossa equipe se portou muito bem. Fez um primeiro tempo consistente e um segundo tempo inteligente, onde a bola não conseguia mais rolar”.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS