Esporte / Esporte Pará
PENSÃO ALIMENTÍCIA

Novo reforço do Clube do Remo já foi preso no meio de treino

Problemas judiciais deixaram jogador um mês longe de suas atividades profissionais.

sábado, 24/04/2021, 08:48 - Atualizado em 24/04/2021, 08:52 - Autor: Diario Online


Jogador ficou um nês cumprindo prisão domiciliar no Volta Redonda.
Jogador ficou um nês cumprindo prisão domiciliar no Volta Redonda. | Reprodução

Uma das competições mais rentáveis e importantes nacionalmente, que demanda a força total e dedicação de um time de futebol, é a Copa do Brasil. O comprometimento em atuar com excelência no torneio pode render não apenas uma vaga na Libertadores, mas milhões de reais em poucos jogos disputados, o que para alguns clubes pode ser um alívio para as suas finanças.

Ciente destas certezas, o Clube do Remo contratou um jogador que não poderá jogar a Copa do Brasil, mas deve ser reforço fundamental para a Série B do Brasileirão.

O meia Erick Flores, último anúncio feito pelo Leão, já atuou na competição por outro time, e por isso não defenderá o Leão Azul na disputa. Pelo Boavista-RJ, Erick participou de dois confrontos, nas vitórias contra o Goiás e o Picos-PI.

No entanto, não é isto que chama atenção na trajetória recente do atleta. Nos últimos dois anos, o meia esteve em times do Rio de Janeiro, e foi lá que também se envolveu em uma situação com a Justiça. Em agosto do ano passado, Erick foi preso no meio do treino.

Durante a atividade no Volta Redonda, o meia foi detido por um Oficial de Justiça e levado para a 93ª Delegacia de Polícia. Após procedimentos legais, ele retornou as dependências do clube para cumprir prisão domiciliar. Erick foi preso pelo não pagamento de pensão alimentícia da filha.

Por conta desse problema judicial, o meia passou um mês sem jogar a Série C, mas depois regularizou sua situação e agora tentará se reerguer no Clube de Periçá.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS