Diário Online
Esporte / Esporte Pará
ÁGUIA GUERREIRA

Capitão da Tuna fala de semifinal e quer nome na história

Volante Arthur diz que Tuna trabalha para minimizar erros e aposta em poder de fogo ofensivo para chegar à final do Campeonato Paraense.

sexta-feira, 07/05/2021, 23:32 - Atualizado em 08/05/2021, 07:58 - Autor: Kaio Rodrigues/DOL


Tuna vem fazendo história após oito anos longe da elite.
Tuna vem fazendo história após oito anos longe da elite. | Matheus Vieira/Tuna

Após oito anos longe da elite do Campeonato Paraense, a Tuna certamente volta fazendo história. Semifinalista da competição e com vaga garantida na Série D do Brasileiro em 2022, a Águia do Souza encara o Clube do Remo no próximo domingo (9), em partida de ida da penúltima fase da competição.

Tuna perde em casa mas confirma vaga na Semifinal

"Mister" liga alerta da Tuna em busca de vaga na semifinal

Arthur, volante e capitão tunante, em conversa com a reportagem do DOL, comentou sobre a expectativa para o confronto. Ele diz que jogadores cruzmaltinos querem deixar o nome na história e que estão treinando focados para minimizar o máximo de erros possíveis diante do Leão, já que clássico é decidido nos detalhes.

“A expectativa da Tuna é a melhor possível. Queremos deixar um legado na Tuna, os nossos nomes na história do clube.  Sabemos que há chances reais de fazermos 180 bons minutos e conseguir a classificação para a final. Antes disso, temos que passar por etapas. Estamos treinando forte e focados no que o mister Robson tem passado para nós. Tudo o que fizemos ao longo do campeonato, estamos massificando para ser ainda melhor e atentando para minimizar os nossos erros. Sabemos que jogo grande, clássico, não podemos errar. Sabemos da importância da partida para os dois lados, principalmente para a Tuna, que fazia tempo que não chegava às semifinais do Parazão. Temos consciência do extra campo e o que vai representar individual e coletivamente".

Tuna e Remo farão o duelo dos semifinalistas com os melhores ataques do Campeonato Paraense. Enquanto o Leão marcou 22 gols, a Lusa balançou as redes adversárias 23 vezes. Para o volante, a Águia deve apostar as fichas no equilíbrio coletivo e no poder de fogo do ofensivo.

“O Remo é um clube grande do Pará, assim como a Tuna. Precisamos estar atentos contra eles, respeitar, pois estão fazendo uma boa campanha e seguem invictos na competição. Porém, em ambos os jogos vamos procurar focar naquilo que fazemos de melhor. Nossa equipe tem muitas qualidades e principalmente um ataque forte, então temos que acreditar muito nisso. Precisamos estar atentos para errar o mínimo possível”

Tuna e Remo se enfrentam no Estádio do Souza, em Belém, às 10h, no próximo domingo, dia 09. O Diário Online acompanha o Lance a Lance da partida e esperamos por você, internauta.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS