Esporte / Esporte Pará
PORTA DO ACESSO

Paysandu inicia luta para o acesso contra a Tombense

O treinador Vinícius Eutrópio é a novidade bicolor.

sábado, 29/05/2021, 09:08 - Atualizado em 29/05/2021, 09:08 - Autor: Tylon Maués


Papão começa batalha para subir à Série B ano que vem.
Papão começa batalha para subir à Série B ano que vem. | Jorge Luiz Totti/PSC

A primeira missão de 2021, a de vencer o Campeonato Paraense, foi cumprida há quase uma semana. Hoje, o Paysandu inicia a segunda missão da temporada, dessa vez a mais importante do ano. Quando entrar no gramado do estádio Antônio Guimarães Almeida, o time bicolor inicia a busca pelo acesso que, a essa altura, já é uma obsessão na Curuzu. O rival Remo conseguiu subir de divisão ano passado, ou seja, há uma obrigação de ascender também.

O time que vai entrar em campo logo mais é basicamente o mesmo que jogou o Estadual, com um desfalque. Segundo comunicado do clube, o zagueiro Perema está lesionado e foi vetado pelo departamento médico. Outros quatro jogadores estão de fora, mas não vinham jogando. O meia João Paulo está em fase final de transição para voltar a treinar com os companheiros após uma lesão no joelho. Os três únicos contratados para a Terceirona até aqui também ficaram em Belém.


O atacante Patrick permaneceu na Curuzu para melhor condicionamento físico. O também atacante Danrlei cumpre suspensão automática por ter sido expulso na Copa Verde da temporada passada, quando ainda defendia o Independente. Já a ausência do lateral-direito Marcelo foi por critérios técnicos. De acordo com o técnico Vinícius Eutrópio, os três novatos devem ser aproveitados a partir da segunda rodada. “Semana que vem, todos já vão estar liberados para estarem comigo”, confirmou o treinador.

O único estreante de logo mais será justamente Eutrópio. Contratado para substituir Itamar Schülle, o novo comandante bicolor mal teve tempo para trabalhar com os jogadores. Desde a decisão do Parazão diante da Tuna Luso, os atletas do Paysandu tiveram poucos dias para se aclimatar com a filosofia do novo treinador e ainda tiveram de encarar uma viagem a Tombos (MG) que envolveu uma noite no Rio de janeiro (RJ) e um trecho de ônibus até o interior mineiro.


TOMBENSE

Pelo lado mineiro, O Carcará também trocou de técnico na véspera do fim de sua participação na competição estadual. Rafael Guanaes foi contratado no final de abril após o técnico Bruno Pivetti acertar com o CSA-AL. O Carcará tem se preparado apenas para a Terceirona com mais tempo que o Papão, mas vem tendo o trabalho questionado. No último amistoso antes do Brasileirão, no fim de semana passado, perdeu por 3 a 2 para o Americano-RJ. O clube contratou dois reforços para a competição, o volante Eduardo e o goleiro Felipe Garcia.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS