Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
QUEBRARAM O LEÃO

Remo frustra torcida e perde em casa para a Ponte Preta

Goleiro Thiago teve grande atuação, mas azulinos não estavam em uma boa tarde no Baenão e perderam para a Macaca

domingo, 24/10/2021, 18:15 - Atualizado em 24/10/2021, 18:41 - Autor: Kaio Rodrigues

Google News

Imagem ilustrativa da notícia Remo frustra torcida e perde em casa para a Ponte Preta
| (Foto: Samara Miranda/Remo)

O Remo foi derrotado por 1 a 0 para a Ponte Preta, no Estádio Baenão, em Belém, pela 31ª rodada da Série B do Brasileiro. Com o resultado, os azulinos chegam ao quinto jogo consecutivo sem vencer na competição nacional e perdem uma posição, caindo para 13º lugar com 38 pontos. Já a Macaca chega à 15ª posição com 37 pontos. O gol do jogo foi marcado por Marcos Júnior, aos 13 do primeiro tempo.

Apesar de o goleiro Thiago Coelho estar inspirado e fazer grandes defesas ao longo do duelo, Felipe Conceição e o resto da turma azulina não estavam no mesmo clima. O elenco azulino acabou sucubindo perante os paulistas, que encostam nos azulinos na classificação. Restam sete jogos para o término da Segunda Divisão Nacional, e o Remo precisa acordar.

 

| (Foto: Samara Miranda/Remo)
 

Veja como foi o Lance a Lance:

Próximos compromissos: 

Na 32ª rodada da Série B do Brasileiro, o Leão Azul vai até MInas Gerais para encarar o Cruzeiro. O confronto acontece no Estádio Independência, localizado no bairro do Horto, em Belo Horizonte, a partir das 21h30 da próxima quinta-feira (28). Já a Macaca recebe o Vitória no sábado (30), no Estádio Moisés Lucarelli, às 16h.

Primeiro Tempo:

A patida começou com as duas equipes se estudando, trocando passes, mas com os dois sistemas defensivos bem postados. A Ponte Preta buscava jogadas nas costas do lateral-esquerdo Raimar, que apoiava bastante os jogadores do meio de campo. Os pontepretanos conseguiam chegar mais ao ataque. Com velocidade nas transições, a equipe de Gilson Kleina pecava no último passe.

Apesar dos erros, aos 11 minutos, Rafael Santos empenou Rafael Jansen e chutou cruzado. Thiago fez grande defesa, a bola ficou com Richard, sozinho, que finalizou na trave. No rebote, Marcos Júnior, que, sozinho também, mandou para o fundo das redes, abrindo o placar no Baenão. Depois disso, o Remo cresceu no duelo, e a Macaca recuou.

Aos 19 e 22 minutos, o meia Felipe Gedoz assustou o goleiro Ivan. Depois disso, quem assustou foi Marlon, com falta da intermediária. O goleiro pontepretano defendeu de soco. Aos 34 minutos, a Ponte teve um pênalti marcado, no entanto, após revisão do VAR, foi marcado impedimento de Yago na jogada. Aos 44, Ivan deu rebote em falta cobrada por Gedoz, Arthur marcou, mas o VAR pegou posição irregular do camisa 5 azulino.

Com mais seis minutos de acréscimos, quem assustou foi a Ponte Preta e, nas duas vezes, Thiago Coelho salvou o Leão. Na primeira, Léo Naldi chutou de fora da área e o goleiro remista mandou para escanteio. Em seguida, Fábio Sanches aproveitou cruzamento para cabecear. Arqueiro azulino defendeu quase que sobre a linha, evitando uma desvatagem maior na ida para o intervalo.

Segundo Tempo:

A Macaca voltou melhor. Mais objetiva, fazia Thiago trabalhar mais. O Remo buscava atacar, mas pecava no último terço do campo. A torcida sentia as dificuldades da equipe e passava a chiar a cada erro. O jogo ficou truncado, com as equipes brigando por cada bola. A Ponte Preta adiantava a marcação e dificultava as armações de jogadas do Remo.

Felipe Conceição mudou a equipe, fazendo as cinco alterações, mas as dificuldades continuavam. Lucas Tocantins levou perigo aos 25 minutos, mas Ivan defendeu. Os paulistas chegavam com maior facilidade, entretanto paravam em Thiago Coelho, que fazia uma partida bem segura e conseguia manter os azulinos vivos na partida, apesar do mau segundo tempo da equipe. Apesar disso, o Leão não teve forças para superar a Macaca e caiu diante de sua torcida.


Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS