Diário Online
Esporte / Esporte Pará
DOCES OU TRAVESSURAS?

Paysandu enfrenta o Botafogo-PB  em jogo de vida ou morte

No Dia das Bruxas, só a vitória interessa ao Papão, se não quiser ficar mais uma temporada vendo assombrações na Série C.

domingo, 31/10/2021, 11:23 - Atualizado em 31/10/2021, 17:54 - Autor: Tylon Maués/Diário do Pará


No Dia das Bruxas, Papão vai entrar em campo para uma partida de vida ou morte contra o Botafogo-PB. Só a vitória interessa se não quiser ficar mais uma temporada vendo assombrações na Série C.
No Dia das Bruxas, Papão vai entrar em campo para uma partida de vida ou morte contra o Botafogo-PB. Só a vitória interessa se não quiser ficar mais uma temporada vendo assombrações na Série C. | Reprodução/Twitter

No conjunto de festividades do Brasil, o Halloween é uma aquisição recente. A comemoração vinda de países do hemisfério norte tem crianças fantasiadas de fantasmas e monstros, e distribuição de doces. Os sustos presentes na festa têm sido constantes na torcida bicolor nos últimos três anos, quando vem disputando a Série C do Campeonato Brasileiro. Esse ano, o time joga hoje suas chances de ainda seguir sonhando com o acesso para a Série B ao enfrentar o Botafogo-PB, em João Pessoa (PB). Seja com truques ou com travessuras, o Papão tem que vencer ou então vai ficar mais um temporada tendo pesadelos não com assombrações, mas com visagens azulinas e chacotas assustadoras.

Londrina vence e mantem Clube do Remo a seis pontos do Z4

Desde que deixou Belém na última sexta-feira, quase que na surdina para evitar sobressaltos, o Paysandu não teve muito incentivo por parte da Fiel para tentar executar a missão quase impossível de chegar ao acesso. Para muitos torcedores, os jogos recentes do time bicolor lembram filmes B de terror, daqueles que já se sabe de onde vêm os sustos, mas não traz mais atrativos. Lanterna do Grupo C com apenas dois pontos, o Papão vai desarmado para uma briga de foice contra seus próximos dois adversários na busca pela Segundona, Botafogo-PB e Criciúma-SC, respectivamente. O time paraense tem que exorcizar a má fase e vencer a ambos, além de torcer para nenhum deles ganhar o confronto contra o Ituano-SP, este já virtualmente classificado.

O primeiro passo desse trabalho hercúleo será hoje, às 18h, no estádio Almeidão, em João Pessoa (PB). O Paysandu não venceu de ninguém nas quatro primeiras rodadas do Grupo C, perdeu o treinador, perdeu dois jogadores e também o crédito junto à torcida. Obviamente, muita gente ainda acredita que algo de muito surpreendente pode acontecer, mas boa parte dos bicolores já encara essa situação com indiferença.

Esse sentimento pode mudar com três pontos. Independente do que acontecer no jogo entre Tigre e Galo, mesmo que seja uma vitória da equipe catarinense, se o Papão chegar aos cinco pontos ele passa ainda com esperanças pelo Dia das Bruxas e vai para a rodada final em casa, justamente contra o Criciúma, em busca de uma goleada.

Por outro lado, se não vencer hoje, nada do que puder acontecer a favor no outro jogo será de alguma serventia, já que matematicamente não haveria mais chance alguma. Por isso o que mais se falou na Curuzu nos últimos dias foi em foco e concentração total. Pelo menos é o que se acredita que isso foi dito, já que desde a goleada sofrida para o Ituano-SP ninguém mais deu entrevistas. Pela ótica de quem está no clube neste momento, a melhor saída é se calar.

Mauricio Souza decide acionar Globo e jornalistas na justiça

O fato é que o clima não ficou dos melhores. Depois da invasão a campo no último sábado, vários atletas passaram a receber comentários hostis através de seus perfis nas redes sociais, quando não chegaram a ser ameaçados. O caso mais emblemático foi o do goleiro Victor Souza, que veio a público denunciar as ameaças.

A partida de logo mais será a “prova dos nove” para ver se esse time é capaz de feitos improváveis ou se voltará à Belém já pensando em como será o período de férias até iniciar a temporada do ano que vem.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS