Diário Online
Esporte / Esporte Pará
NADA DE GOL

Vila Nova e Remo empatam no 1º jogo da final da Copa Verde

Equipes não saíram do 0 a 0 no OBA e decisão fica para o Baenão, em Belém, no próximo sábado (11)

quarta-feira, 08/12/2021, 22:04 - Atualizado em 08/12/2021, 23:10 - Autor: Kaio Rodrigues


Neto Pessoa, artilheiro da Copa Verde com nove gols, passou em branco no primeiro duelo da decisão
Neto Pessoa, artilheiro da Copa Verde com nove gols, passou em branco no primeiro duelo da decisão | (Foto: Samara Miranda/Remo)

Na primeira partida da final da Copa Verde, na noite desta quarta-feira (8), Vila Nova e Remo empataram em 0 a 0 no Estádio Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia (GO). Agora, a decisão da competição regional ficou para Belém. As equipes se enfrentam no próximo sábado (11), às 17h, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão.

Veja o que rolou no Lance a Lance de Vila Nova 0 x 0 Remo

A primeira etapa teve um volume maior do Vila Nova. O Remo ficou preso na marcação, conseguindo se livrar em raros casos. Mesmo assim, teve uma excelente chance com Neto Pessoa, que parou em Georgemy. Depois, os azulinos voltaram com um futebol melhor, principalmente por conta da entrada de Lucas Tocantins. O jogo se equilibrou nas ações. Na reta final, o Tigre se atirou para o ataque, levou perigo com bola na trave e deu espaços para contra-ataques. Mas o placar permaneceu zerado.


Primeiro Tempo:

O jogo começou com o Vila Nova tentando impor uma pressão no Leão, que recuou e se defendia. O Leão seguia bem organizado defensivamente e não deixava o Tigrão crescer na partida. Os azulinos buscavam rápidos contra-ataques, mas sem êxito. Depois dos 10 minutos o volume de jogo dos donos da casa cresceu e passou a sufocar mais os paraenses.

Aos 14 minutos, Clayton recebeu boa bola e balançou as redes, mas o bandeirinha marcou impedimento, confirmado pelo VAR na sequência. O árbitro de vídeo foi a novidade da competição neste primeiro jogo da final e será mantido para a volta, no Baenão. Depois disso, os goianos passaram a trabalhar a bola com mais calma e fizeram os remistas se fecharem no campo de defesa.

O Clube de Periçá não conseguia sair mais do seu setor defensivo. O Vila adiantou suas linhas de marcação e forçava os erros da equipe azulina. Apesar dos sustos, zaga remista seguia afastando os perigos que rondavam o gol de Vinícius. No ataque, o Remo não conseguia chegar tocando a bola, não triangulava as jogadas e sua construção era nula, pelo menos até os 41 minutos, quando o Leão aproveitou os espaços e Gedoz deixou Neto Pessoa livre para marcar. No entanto, Georgemy fez uma linda defesa, garantindo o 0 a 0 no placar para o intervalo.

 

Gedoz melhorou seu desempenho no segundo tempo
Gedoz melhorou seu desempenho no segundo tempo | (Foto: Samara Miranda/Remo)
 

Segundo Tempo:

O confronto voltou elétrico. O Remo conseguiu abafar mais as triangulações do Vila e passou a ter uma postura melhor. Se pelo chão estava difícil, o Tigre buscou pelo alto. Rafael Donato subiu após cruzamento na área e carimbou o travessão. Logo na sequência, Lucas Tocantins, que entrou após o intervalo, recebeu e ficou cara a cara com Georgemy, que mais uma vez fechou o gol.

O Vila Nova seguia tentando abrir o placar de todos os jeitos, mas pecava nas finalizações e, quando acertava, o travessão ou Vinícius evitavam o gol. O Remo conseguiu equilibrar as ações e começou a organizar mais o seu jogo, no entanto, falhava no último terço do campo. Neto Pessoa, aos 27 minutos, recebeu de Ronald na área, cortou o zagueiro e escorregou na hora da finalização. Na sequência, ainda conseguiu finalizar, mas parou em Georgemy.

No final o jogo ficou mais aberto, já que os donos da casa partiram para cima, em busca a qualquer custo do gol. Alesson acertou a trave aos 39 minutos. O Remo não aproveitava os contra-ataques. Ronald errava em todas as tomadas de decisões. Os goianos tentaram um abafa final, mas ninguém mais mexeu no placar e a decisão ficou para Belém.

 

Lucas Tocantins deu um novo gás ao ataque azulino
Lucas Tocantins deu um novo gás ao ataque azulino | (Foto: Samara Miranda/Remo)
 


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS