Diário Online
Edição do dia
Edição do dia
Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
"MEXEU COM UMA, MEXEU COM TODAS!"

Torcedores se manifestam contra agressão à coordenadora

Durante a partida disputada entre Clube do Remo e Cruzeiro, pela Copa do Brasil, várias manifestações de apoio à coordenadora ide operações e logísticas do Leão, Valeny Silva, foram demonstradas nas arquibancadas do estádio Baenão

domingo, 24/04/2022, 23:45 - Atualizado em 24/04/2022, 23:44 - Autor: Magno Fernandes

Google News

Torcedoras pedem agilidade da justiça com relação ao caso envolvendo a agressão sofrida pela diretora do Remo, Valeny Silva
Torcedoras pedem agilidade da justiça com relação ao caso envolvendo a agressão sofrida pela diretora do Remo, Valeny Silva | Divulgação: Clube do Remo

A vitória do Clube do Remo por 2 x 1 diante do Cruzeiro, no confronto de ida na terceira fase da Copa do Brasil, foi destaque em todo o Brasil não apenas pelo placar que garantiu a vantagem do empate para o jogo da volta e da gigantesca festa proporcionada dos torcedores nas arquibancadas no Baenão. O jogo serviu também para voltar à tona um assunto que dias atrás manchou festa azulina por ocasião do título estadual.

Durante a partida disputada na noite da última terça-feira (19), várias manifestações de apoio, à coordenadora de operações e logísticas do clube, Valeny Silva, que foi agredida pelo coordenador de segurança do Paysandu, Luciano Mendes, após o jogo de volta da final do Campeonato Paraense, na Curuzu, no dia 6 de abril, foram realizadas por inúmeros torcedores que estiveram no estádio azulino. 

Conselheira do Remo acusa coordenador do Paysandu de ataque

 Departamento do Paysandu comenta agressão à coordenadora do Remo

null Reprodução: Prime TV
  

Na ocasião, além de agredir a diretora, Luciano também deu um soco no diretor das categorias de base do Clube do Remo, Marcelo Bentes. Vale ressaltar que no mesmo dia que aconteceu toda a confusão, os dois diretores registraram Boletim de Ocorrência, em uma delegacia de Belém.

Em postagem divulgada nas suas redes sociais, o Clube do Remo repercutiu as mensagens. “Mexeu com uma, mexeu com todas! No jogo da última terça, as torcidas organizadas promoveram uma ação sobre a violência contra a mulher. A ação visa coibir quaisquer tipo de violência e incentiva as denúncias dentro do estádio. Ao presenciar atos ou indícios, ligue 180 e denuncie”, relatou. 


Ainda sem se manifestar oficialmente, o Paysandu informou apenas que está analisando o caso, sem realizar qualquer tipo de punição ao diretor de segurança, até o presente momento. Entretanto, na semana que passou, a diretoria da mulher do clube, divulgou uma nota afirmando que “todos possuem o direito a defesa”.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS