Diário Online
Esporte / Esporte Pará
CAMISA 10

Paysandu compra nova porcentagem dos direitos de "Neymarlon"

Contratado pelo Papão até o final de 2024, o artilheiro do clube na Série C, Marlon, está valorizado. Os bicolores também vão elevar o valor da multa rescisória para garantir a permanência do atleta.

quarta-feira, 22/06/2022, 21:49 - Atualizado em 22/06/2022, 21:46 - Autor: Magno Fernandes

Google News

Atacante Marlon, artilheiro do Paysandu na temporada com 10 gols marcados.
Atacante Marlon, artilheiro do Paysandu na temporada com 10 gols marcados. | John Wesley/Paysandu

No futebol, quem é o dono da camisa 10, geralmente é o principal destaque da equipe, ou por ser o artilheiro ou por ser considerado o "maestro" do time, com qualidade apurada nas jogadas, fazendo com que os companheiros cheguem com mais facilidade ao caminho do gol. No Paysandu, o dono dessa camisa vive uma ótima fase que torcida já o apelidou carinhosamente de "NeyMarlon".

Paysandu está invicto jogando em casa na Série C

 Principal goleador do Papão, na Série C do Campeonato Brasileiro, com 7 gols, e também da temporada de 2022, com o total de 10 marcados, o atacante Marlon vive ótima fase vestido a camisa alviceste. Desde sua chegada ao clube, em novembro de 2020, através de empréstimo junto ao Porto-PE, até os dias atuais, ele já atuou em 70 jogos e marcou 19 gols com a equipe bicolor. 

Inicialmente criticado por ter tido seu contrato renovado até 31 de dezembro de 2024, suas boas atuações fizeram com que o camisa 10 caísse nas graças da torcida do Papão. Com o novo vínculo, os bicolores adquiriram 100% de seus direitos federativos também 50% dos direitos econômicos, sendo que até então, os outros 50% ainda pertencem ao seu clube de origem. No entanto, essa porcentagem será aumentada em favor do Paysandu.

Fernandes tranquiliza e diz que Paysandu está no rumo certo

Em contato com a reportagem do DOL, o executivo de futebol, Fred Gomes, confirmou que as tratativas envolvendo Paysandu e Porto, estão concretizadas e o clube paraense passará a exercer um percentual ainda mais elevado do que o atual. "Sim, estamos em negociação para ampliar a porcentagem sobre os direitos econômicos. Hoje temos 100% do federativo e 50% do econômico", destacou. 

Conforme informação obtida através de apuração da reportagem, com os novos valores após a conclusão da negociação, além dos 100% dos direitos federativos, o Paysandu também terá mais 30% dos direitos econômicos, ou seja, terá direito em 80%. Além do mais, ele receberá aumento salarial, com o valor de sua multa rescisória também sendo elevada, cujo valores não foram revelados.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS