Diário Online
Esporte / Esporte Pará
AVALANCHE BICOLOR!

Paysandu é o 5º mais citado como "segundo time" no Brasil 

Pesquisa O Globo/Ipec, que já havia colocado o Papão como a maior torcida do Norte, detalha agora torcedores com duas paixões, e o time bicolor aparece em quinto lugar nesse quesito

sexta-feira, 22/07/2022, 19:20 - Atualizado em 22/07/2022, 19:20 - Autor: Tylon Maués/Diário do Pará

Google News

Torcida do Paysandu, presente no estádio da Curuzu
Torcida do Paysandu, presente no estádio da Curuzu | John Welsey / Paysandu

Conhecido no Brasil inteiro por ser um dos locais de maior apelo popular no futebol, por sempre demonstrar uma gigantesca força vindo das arquibancadas, o Pará novamente aparece dentro das pesquisas em relação as maiores torcidas. E novamente, a torcida do Paysandu se destaca na vitrine nacional, em um ranking que exalta as principais em todo o país. 

Um desdobramento da pesquisa feita pelo jornal O Globo com o instituto Ipec foi divulgada ontem e mostra o Paysandu como um dos clubes mais citados como “segundo time” dos torcedores brasileiros. O time bicolor apareceu na quinta posição como segunda opção dos torcedores que assumem terem dois times. O Palmeiras aparece na primeira posição como segunda opção de 1,6% dos torcedores, seguido por Flamengo-RJ (1,4%), Corinthians-SP (1,2%), São Paulo-SP (1%) e Paysandu (0,6%).

Especialista em finanças do futebol e colunista do Globo, Rodrigo Capelo analisa esse cenário como não sendo totalmente favorável. “O torcedor deles vai dividir atenção e o bolso com outro clube. Só que é uma situação super complexa. Envolve desde as transmissões pelas rádios nos anos 40, 50 e 60; de TV nos 70, 80 e 90, e acesso a dinheiro. Porque estes clubes foram alijados da primeira divisão durante muito tempo”, disse, que analisou especificamente o caso do Papão.

Pesquisa mostra que Paysandu tem maior torcida que o Remo

Paysandu está entre as 20 maiores torcidas do Brasil 

Mesmo sem dois jogos em Belém, Paysandu é quem mais lucra na Série C

“O torcedor do Pará gosta muito do Paysandu, mas quer acompanhar futebol do primeiro escalão. Do ponto de vista do Paysandu, nem chega a ser uma falha dele. Tem a ver com contexto político, econômico e social”. prosseguiu, Capelo. Vale ressaltar que o Ipec perguntou para cada pessoa se ela torcia ou gostava de algum clube brasileiro, o entrevistado tinha a opção de responder dois nomes.

Como se trata de um recorte específico dentro da pesquisa, sobre o qual não se aplica a margem de erro geral do levantamento, de dois pontos, o Ipec afirma que os percentuais neste caso devem ser interpretados apenas numericamente, e não em forma de ranking – já que não seria possível determinar, com a devida confiança, qual time está à frente nesse quesito.

No começo da semana, o mesmo Ipec apontou o Paysandu entre as 20 maiores torcidas do país, e a maior da região Norte, ocupando a 16ª posição, com 0,9% das respostas espontâneas. Na ocasião, o executivo de marketing do Paysandu, Marcone Barbosa, o clube traça suas estratégias de ações voltadas à torcida baseado em pesquisas e levantamentos como o que foi divulgado, o que é utilizado também nas negociações com patrocinadores.

“Procuramos trabalhar sempre baseados em números e em estatísticas. Então, essas pesquisas de levantamento de número de torcedores são muito importantes, a gente pode perceber um aumento na torcida e uma penetração maior, o que nos abre mais possibilidades de ações. Quanto maior a torcida, mais atrativo o clube fica para patrocinadores e parceiros comerciais”.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS