Diário Online
Esporte / Esporte Pará
CHEGA DE BOBEAR

Já deu! Tolerância zero para erros individuais no Paysandu

O cuidado precisa ser redobrado neste momento da competição.

quinta-feira, 28/07/2022, 09:56 - Atualizado em 28/07/2022, 11:33 - Autor: Nildo Lima/Diário do Pará

Google News

Discurso entre os jogadores de Márcio Fernandes é de que as “pixotadas” que fizeram o clube perder pontos importantes na Série C não podem mais se repetir nesta reta final.
Discurso entre os jogadores de Márcio Fernandes é de que as “pixotadas” que fizeram o clube perder pontos importantes na Série C não podem mais se repetir nesta reta final. | Jorge Luís Totti/ Paysandu

O time do Paysandu viajou hoje, às 5h, para Campina Grande, na Paraíba, onde enfrenta no sábado o Campinense-PB, levando na bagagem a recomendação de tolerância zero para a sequência de erros individuais cometidos por seus jogadores em jogos da Série C do Brasileiro.

O último deles ocorreu contra o Figueirense-SC, quando a equipe listrada, jogando em casa, teve a vitória nas mãos até o zagueiro Bruno Leonardo cometer a “pixotada” que permitiu, no segundo tempo, o empate, por 1 a 1, do time visitante. O resultado acabou adiando a ratificação da classificação do Papão à fase de grupos do campeonato.

Lateral fala dos detalhes que estão atrapalhando o Paysandu

O rosário de erros individuais dos comandados do técnico Márcio Fernandes só não comprometeu o encaminhamento da classificação do Papão à próxima fase da Terceirona em razão da “gordura” acumulada pelo time nas rodadas anteriores da competição.

Antes do presente dado por Leonardo ao Figueira, bobeadas isoladas também foram registrados nos jogos contra o ABC-RN, quando numa espalmada mal feita, o goleiro Thiago Coelho permitiu o empate dos donos da casa. Cinco rodadas depois, foi a vez do mesmo Leonardo cometer pênalti bobo e permitir a vitória do São José-RS, fora de Belém.

Na partida contra o Volta Redonda-RJ, na Curuzu, Leonardo e Patrick Brey trombaram na área e a bola sobrou para o ataque do time carioca marcar o gol. Menos mal que o Papão venceu o jogo por 2 a 1. Diante do Vitória-BA foi João Vieira quem errou na saída de bola e permitiu o gol da vitória, por 1 a 0, do rubro-negro baiano. As falhas letais têm tirado a tranquilidade do torcedor bicolor, do treinador Márcio Fernandes e até mesmo dos próprios jogadores do elenco do clube, que admitem que os erros individuais precisam urgentemente de um basta, levando em conta a reta final da etapa inicial e a proximidade da segunda fase da Série C.

Remo: zagueiro terá três rodadas para mostrar serviço

O zagueiro e capitão do time, Genilson, uma das unanimidades entre os torcedores do Papão, reconhece que os descuidos individuais precisam acabar. “Temos de evitar isso aí e podemos evitar”, diz.

O meia Serginho também recomenda mais esmero por parte dos jogadores do time nos próximos jogos para evitar a perda de pontos preciosos a essa altura do campeonato. “A gente sabe que não pode deixar isso acontecer agora que temos jogos decisivos”, salienta o apoiador, opinião compartilhada pelo lateral Igor Carvalho. “Temos de nos orientar um pouco mais nesta questão, tomar um pouco mais de cuidado para acertar isso”, recomenda.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS