Diário Online
Esporte / Mundo
RACISMO MATA

Ex-Milan é encontrado morto após desabafar sobre racismo

O ex-atleta, que atualmente fazia sucesso com um videoclipe, não aguentou sofrer tantos casos de racismo e se suicidou.

segunda-feira, 07/06/2021, 08:24 - Atualizado em 07/06/2021, 09:41 - Autor: Com informações do portal Notícias ao Minuto


Atleta tinha apenas 20 anos de idade e futuro promissor
Atleta tinha apenas 20 anos de idade e futuro promissor | Reprodução

“Onde quer que eu vá, sinto o peso dos olhares céticos, preconceituosos, enojados, amedrontados das pessoas sobre meus ombros como uma pedra”, relatou Seid Visin antes de se enforcar. 

O jovem atleta de apenas 20 anos, ex-jogador das categorias de base do Milan, foi encontrado morto em sua casa, na última quinta-feira (3), na Itália. Ele chegou a jogar ao lado do goleiro do clube rossonero e da seleção italiana, Gianluigi Donnarumma.

A imprensa italiana relatou num primeiro momento que a morte teria sido em decorrência de uma doença, mas depois foi descoberta uma carta escrita por Visin, explicando o motivo de ter cometido o ato. O atleta nascido na Etiópia foi adotado por um casal da província de Salermo e chegou à Itália ainda criança.

“Consegui arranjar um emprego que tive de abandonar porque demasiadas pessoas, principalmente as mais velhas, recusaram o meu serviço. Como se já não estivesse me sentindo à vontade, eles me acusaram de ser responsável porque muitos jovens (e brancos) italianos não conseguiram encontrar um emprego.”


Seid deixou o futebol em 2016 e voltou o foco aos estudos e ao futsal, tendo atuado pelo Atlético Vitalica. Donnarumma falou sobre o ex-colega: “Conheci o Seid assim que cheguei a Milão, vivíamos juntos em um internato, alguns anos se passaram, mas não posso e não quero esquecer aquele sorriso incrível dele, aquela alegria de viver. Ele era um amigo, um menino como eu”, disse.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS