Notícias / Notícias Brasil
ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Ministério Público do RJ crava Flávio Bolsonaro como chefe de quadrilha

quarta-feira, 24/06/2020, 19:17 - Atualizado em 24/06/2020, 19:34 - Autor: Com informações do UOL


Imagem ilustrativa da notícia: Ministério Público do RJ crava Flávio Bolsonaro como chefe de quadrilha
| Rafael Wallace/ Alerj

O Ministério Público do Rio acredita que o senador Flávio Bolsonaro seja o “líder da organização criminosa” instalada em seu gabinete quando deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio.

As indicações, feitas na representação enviada a Justiça, tratam de depósitos fracionados em espécie na conta do parlamentar, pagamento de boletos do então deputado por Queiroz e supostos crimes cometidos por seu advogado à época.

Advogado que abrigou Queiroz deixará defesa de Flávio Bolsonaro

Operação que prendeu Queiroz abre lacunas sobre 'rachadinha'

Flávio e Queiroz estão no centro das investigações do MP do Rio sobre supostos crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro praticados entre 2007 e 2018. As apurações miram a pratica de rachadinha – desvios de salários dos assessores da Alerj que, segundo a Promotoria, ocorriam “de forma reiterada e estruturada” – e tiveram início após a revelação do relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) no qual Queiroz foi citado por movimentar R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira “atípica”.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS