Notícias / Notícias Brasil
DECISÃO

Prefeito de Manaus diz que se fosse governador do AM também proibia entrada de barcos do Pará

O Amazonas tem tido dificuldades para conter o avanço do novo coronavírus com o aumento de novos casos e mortes.

quinta-feira, 14/01/2021, 11:49 - Atualizado em 14/01/2021, 12:48 - Autor: Com informações do portal De Amazônia


A barreira que bloqueia a entrada de barcos do Amazonas no Pará, será instalada em Juruti, que faz divisa com Parintins.
A barreira que bloqueia a entrada de barcos do Amazonas no Pará, será instalada em Juruti, que faz divisa com Parintins. | Reprodução

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), recebeu com descontentamento a decisão do governador do Pará, Helder Barbalho, que em decreto, proibiu a circulação de embarcações com passageiros vindo do Amazonas com destino ao Pará. As informações são do portal De Amazônia.

Helder proíbe entrada de embarcações com passageiros vindas do Amazonas

Em entrevista ao Band Notícias, David falou sobre a decisão e disse que se fosse o governador do Estado, também baixaria um decreto proibindo barcos paraenses de trafegar no Amazonas. 

“Eu sou o prefeito de Manaus, mas se eu fosse o governador, aplicaria o princípio da reciprocidade com relação ao governador do Pará. Até porque muitos dos nossos pacientes, que nós atendemos nas nossas unidades de saúde de Manaus e também na cidade de Parintins,  que faz divisa, eles são pacientes vindos os estado do Pará”.

Vacinação contra a Covid-19 começará em janeiro, garante Pazuello

A medida adotada por Helder Barbalho visa "evitar a ampliação do contágio dentro do estado do Pará e, consequentemente, os problemas de saúde em face à pandemia do coronavírus".  

A barreira que bloqueia a entrada de barcos do Amazonas no Pará, será instalada em Juruti, que faz divisa com Parintins.

Veja a entrevista de David:

Estado vizinho enfrenta novo pico da Covid-19

O Amazonas tem tido dificuldades para conter o avanço do novo coronavírus com o aumento de novos casos e mortes.

Prefeitura de Manaus não vai liberar escolas para realização do Enem

A situação está difícil até para comprar cilindros de oxigênio, uma vez que os fornecedores atuais não estariam mais dando conta de atender a demanda crescente após a recente ampliação de leitos para pacientes diagnosticados com a Covid-19.

Na capital Manaus, a prefeitura anunciou que não irá liberar as escolas municipais para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado neste domingo (17).

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS