Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
HOSTILIZADO

Vídeo: Moro recebe vaias e gritos de traíra na Paraíba

A recepção não foi a esperada pelo ex-juiz.

sexta-feira, 07/01/2022, 12:47 - Atualizado em 07/01/2022, 13:39 - Autor: Com informações UOL


Várias pessoas gritavam e chamavam o ex-juiz de traíra.
Várias pessoas gritavam e chamavam o ex-juiz de traíra. | Agência Brasil / reprodução

Em visita à Paraíba, o ex-juíz Sérgio Moro (Podemos), foi recebido de um jeito nada amigável e bastante constrangedor. Se antes tinha prestígio e era bastante considerado por muitos aliados de Bolsonaro, hoje o cenário é outro.  

Moro foi hostilizado na quinta-feira (6), no Aeroporto Internacional Castro Pinto, em João Pessoa (PB). Ele visitou a cidade a convite de aliados políticos.

Leia também:

Eleições: prazo para tirar título termina em 4 de maio

Bolsonaro vai a jogo de sertanejos horas após alta médica

Também ex-ministro da Justiça e Segurança Pública no governo Jair Bolsonaro (PL), ele foi recepcionado por um grupo de pessoas que gritava "traíra" e "juiz ladrão", quando desembarcou no aeroporto na tarde de ontem.

De acordo com um vídeo que circula nas redes sociais. Houve princípio de tumulto, logo controlado pelas equipes de segurança. Confira:

A agenda de Moro na Paraíba termina no próximo sábado (8), com passagens por outras cidades do Estado. Quem o acompanha é a presidente nacional do partido, a deputada federal Renata Abreu (SP) e o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), ex-aliado bolsonarista.

Moro se diz contra polarização política

Ainda no dia de ontem (6) em João Pessoa, em entrevista a veículos de imprensa local,  na tentativa de ser o principal candidato da chamada "terceira via", o ex-juiz rebateu a tese de um ambiente político polarizado entre apoiadores de Jair Bolsonaro e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e disse que "as pessoas querem ver o país progredir e pensar em uma vida melhor para elas e seus filhos".

"A população quer uma educação que funcione, uma saúde que atenda suas necessidades. Essas são as questões fundamentais e um dos propósitos da minha pré-candidatura. A ideia é romper essa polarização, isso acaba deixando o debate pobre", defendeu.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS