Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
TRAGÉDIA EM MINAS

Paredão que desmoronou no Capitólio pesava 10 mil toneladas

Especialistas apontam ainda que a pedra tinha cerca de 1,2 bilhão de anos. Geólogo da Universidade de Brasília diz que episódio poderia ter sido evitado com monitoramento geológico.

terça-feira, 11/01/2022, 15:13 - Atualizado em 11/01/2022, 15:13 - Autor: Com informações R7


Rocha de um dos cânions de Capitólio despencou e atingiu quatro embarcações que estavam atracadas no Lago de Furnas
Rocha de um dos cânions de Capitólio despencou e atingiu quatro embarcações que estavam atracadas no Lago de Furnas | Reprodução/Redes sociais

No último sábado (8), um grande bloco de rocha de um dos cânions de Capitólio, em Minas Gerais, despencou e atingiu quatro embarcações que estavam atracadas no Lago de Furnas. O acidente provocou a morte de 10 pessoas e outras 27 ficaram feridas.

De acordo com o geólogo Flávio Henrique Freitas e Silva da Universidade de Brasília (UnB), a rocha tinha cerca de 1,2 bilhão de anos e pesava 10 mil toneladas.

A previsão foi feita pelo geólogo ao portal R7. Ao veículo, ele, que é professor de formação de relevo e meio ambiente, apontou que o episódio poderia ter sido evitado com um monitoramento geológico e adoção de medidas de segurança para turista.

Veja também:


"Aqueles paredões não estavam ameaçados nem tinham problemas mais sérios que fossem conhecidos. O que acontece é que os blocos são uma série de fraturas que desmoronam e que vão continuar desmoronando. É um processo natural, o relevo da terra e o curso dos rios são formados assim" – apontou o especialista.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS