Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
63 KG DE MACONHA

Funcionários da Azul são presos por tráfico em aeroporto

Os suspeitos são acusados de um esquema que pode ter traficado mais de meia tonelada de drogas em um mês

quarta-feira, 02/03/2022, 17:29 - Atualizado em 02/03/2022, 17:28 - Autor: Com informações aeroin.net

Google News

Aeronaves da Azul Linhas Aéreas
Aeronaves da Azul Linhas Aéreas | DIVULGAÇÃO/ AZUL

Um caso envolvendo dois funcionários da Azul Linhas Aéreas ganhou repercussão neste final de semana, após eles serem presos e acusados de um esquema de tráfico de drogas. O caso ocorreu no Aeroporto Internacional de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A operação realizada no último sábado, 26 de fevereiro, sob o comando do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e também de cães farejadores da policia, culminou na prisão em flagrante de Diego Cordeiro de Lima, de 29 anos, e João Vitor Mendonça de Freitas, 25 anos.

De acordo com registro policial, os suspeitos são acusados de um esquema que pode ter traficado mais de meia tonelada de drogas em um mês, já que os mesmos despachavam caixas duas vezes por semana sem abrir.

Durante a operação, os policiais, através de um cão farejador, encontraram uma caixa despachada com 63 kg de maconha. Diante disso, as autoridades deduzem que mais de 500 kg de drogas podem ter sido traficadas nesse período.

Ao descobrir que a caixa havia sido despachada por Diego, que no dia em questão estava de folga, mas, mesmo assim, foi até o aeroporto para remeter o pacote, a polícia foi até a casa do suspeito para efetuar a prisão. Questionado pelos policiais, o mesmo confessou que tinha conhecimento sobre materiais ilícitos, mas que seriam contrabandos de eletrônicos e não drogas. O suspeito apontou a participação de João Vitor no esquema, que também foi preso.

Veja também:


Os dois funcionários da Azul foram presos e encaminhados para a Delegacia de Pronto Atendimento (Depac) Cepol. Em nota a empresa aérea comentou sobre o caso e informou que está a disposição da justiça para qualquer esclarecimento.

NOTA DA AZUL

“A Azul informa que os dois funcionários envolvidos na ocorrência no terminal de cargas do aeroporto de Campo Grande prestavam serviço a um representante da empresa de logística da Azul, a Azul Cargo Express. A Azul ressalta que está à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos”.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS