Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
SURTO PSICÓTICO

Vídeo: PF atira em clientes em posto de gasolina do PR

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento exato em que o agente federal invade o estabelecimento quebrando a porta de vidro da loja a tiros e ao entrar segue disparando contra os clientes do local.

terça-feira, 03/05/2022, 14:52 - Atualizado em 03/05/2022, 14:50 - Autor: Com informações Metrópoles

Google News

Ronaldo é suspeito de balear quatro pessoas, sendo que André Muniz Fritoli, de 32 anos, acabou morrendo.
Ronaldo é suspeito de balear quatro pessoas, sendo que André Muniz Fritoli, de 32 anos, acabou morrendo. | Reprodução

A palavra “surto” é popularmente utilizada para descrever mudanças de comportamento inesperadas ou desproporcionais diante de um acontecimento do dia a dia. Porém, diferentemente do que acontece em situações cotidianas específicas, como um acesso de raiva passageiro em meio a uma briga, por exemplo, o surto psicótico normalmente ocorre sem aviso.

Há diversos fatores que podem levar a um surto psicótico, entre eles as condições mentais ou psicológicas do indivíduo, problemas médicos e consumo excessivo de álcool e de outras drogas.

Situação que pode ter ocorrido com o policial federal Ronaldo Massuia Silva, de 43 anos, que teve um surto e entrou atirando em uma loja de conveniência de um posto de combustíveis do bairro Cristo Rei, em Curitiba. Ronaldo é suspeito de balear quatro pessoas, sendo que André Muniz Fritoli, de 32 anos, acabou morrendo durante o atendimento dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento exato em que o agente federal invade o estabelecimento quebrando a porta de vidro da loja a tiros e ao entrar segue disparando contra os clientes do local.

CENAS FORTES:

 

null Reprodução
  

Em depoimento, Ronaldo alegou legítima defesa e chorou ao falar com o delegado. Mesmo o advogado pedindo para que ele não comentasse, Ronaldo disse que está “emocionalmente abalado”. O suspeito disse ainda que agora se preocupa com a família e começou a chorar quando foi questionado pelo delegado sobre o que aconteceu.

O caso está sendo investigado.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS