Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
CLIENTE QUERIA DESCONTO

Funcionário do McDonald's é baleado por causa de cupom no RJ

Atendente identificado como Mateus Domingues Carvalho foi atingido no abdômen por cliente que queria usar cupom de desconto em drive-thru de unidade do McDonald's no Rio de Janeiro.

segunda-feira, 09/05/2022, 12:06 - Atualizado em 09/05/2022, 12:05 - Autor: Com informações do UOL

Google News

Unidade da rede de fast-food fica no bairro Taquara, no Rio de Janeiro
Unidade da rede de fast-food fica no bairro Taquara, no Rio de Janeiro | Reprodução/TV Globo

Desentendimentos entre pessoas sempre acontecem, mas quando uma das partes resolve utilizar da violência para impor sua vontade, tragédias podem ocorrer.

Mais um caso com desfecho que poderia ser fatal foi registrado na madrugada desta segunda-feira (9), no Rio de Janeiro. Um atendente do McDonald's foi baleado no abdômen depois de informar a um cliente do drive-thru que seu cupom de desconto não poderia ser utilizado após o mesmo já ter feito o pedido.

Mulher dá à luz durante show do Metallica em Curitiba

Petrobras aumenta em 8,87% preço do diesel

O funcionário, identificado como Mateus Domingues Carvalho, de 21 anos, foi levado por policiais militares para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde passou por cirurgia.

O quadro de saúde dele é considerado estável. A família preferiu não comentar o caso. O autor dos disparos fugiu e ainda não foi localizado.

À QUEIMA ROUPA

Uma parente da vítima, que pediu para não ter o nome divulgado, disse que o caso ocorreu por volta das 2h e o disparo foi à queima-roupa. Segundo ela, o que foi passado à família é que o homem fez um pedido no drive-thru e só no momento de pagar informou que teria um cupom de desconto para o lanche.

Mateus teria explicado que o benefício só pode ser aplicado antes de efetuar o pedido, o que deixou o cliente descontrolado. O funcionário trabalhava na unidade da Estrada dos Bandeirantes há mais de um ano.

Ele veio para o Rio de Janeiro para trabalhar há cerca de três anos, informou a familiar que reclamou da ausência do McDonald's no caso.

"Passamos a madrugada no hospital e até então não vimos a cara de ninguém do McDonald's. Recebemos ainda pouco uma ligação de uma pessoa dizendo que estava no hospital e mais nada. Tão falando que estão dando suporte e não sei que suporte. A gente tá aqui sem saber o que fazer", disse a parente, em entrevista ao UOL.

Procurado, o McDonald's lamentou o ocorrido e disse em nota que "prestou socorro imediatamente ao funcionário, que foi levado rapidamente para o hospital pela polícia. A empresa está acompanhando e dando todo o suporte para seus familiares e já está colaborando com as investigações sobre o caso".

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS