Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
SAÚDE DA MULHER

Silicone de graça no SUS: veja se tem direto ao procedimento

Muito além de questões estéticas, as cirurgias plásticas estão disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). A inserção de prótese de silicone é uma delas. Veja se você pode ser beneficiada pelo procedimento.

quarta-feira, 11/05/2022, 18:43 - Atualizado em 11/05/2022, 18:42 - Autor: Com informações despertartecnologia.com

Google News

Implantes de silicone
Implantes de silicone | Reprodução

Os implantes de silicone ocupam o primeiro lugar na lista de cirurgias plásticas realizadas por mulheres brasileiras. A busca por procedimentos no Sistema Único de Saúde (SUS) pode levantar muitas dúvidas. Entenda as restrições e quem pode fazer a cirurgia gratuitamente.

Nem todos sabem, porém o Sistema Público de Saúde pode fornecer cirurgias plásticas gratuitas. Entre a lista de métodos que respondem a essa pergunta, os implantes de silicone, ou mamoplastia de aumento, são os principais e podem ser feitos gratuitamente pelo SUS.

De acordo com levantamento global realizado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS), no ranking dos procedimentos cirúrgicos mais populares entre as mulheres brasileiras, em 2018, os implantes mamários registraram 1 milhão 841 mil e 98 cirurgias. Enquetes Recentes.

Veja também:


No entanto, a realização de implantes pelo SUS exige uma série de exigências definidas pela Agência Nacional de Saúde (ANS) e pelo Ministério da Saúde desde 2012..

Como ganhar silicone pelo SUS?

Na medicina, existem duas definições para cirurgia plástica: cirurgia estética ou reparadora. No caso dos implantes de silicone, o SUS cobre apenas a cirurgia reparadora. Para isso, quem busca um sistema público para implantar esse método deve se adequar nos casos em que o SUS considera uma necessidade moderada. O puro desejo estético de “melhorar a aparência” não é suficiente.

Confira o seguinte ao instalar os implantes mamários de silicone SUS gratuitamente:

Violência doméstica

As mulheres vítimas de violência doméstica também têm seus direitos garantidos pelo sistema público de saúde. Se os implantes mamários estiverem danificados, eles podem atender o SUS e solicitar a cirurgia reconstrutiva, se necessário. Nesses casos, cada mulher é avaliada e testada para ver se precisa de reparo. A parte psicológica também é considerada.

Reparação

Embora as cirurgias plásticas sejam quase sempre associadas a motivos estéticos, elas vão além do padrão de busca cosmética imposto pela sociedade. Em alguns casos, eles podem mudar a vida de pessoas que sofrem de certas condições e prejudicar seu bem-estar físico e mental. Nesses casos, as opções gratuitas também são válidas. Isto é para pessoas que tiveram defeitos congênitos, ou lesões físicas e mentais, alterações de desenvolvimento, acidentes.

Câncer de mama

O SUS é destinado a implantes de silicone no caso de câncer de mama em que a paciente tem que retirar a mama. A lei faz parte de um projeto de lei aprovado em 28 de abril de 2013 e garante atendimento médico para mulheres com câncer de mama. Portanto, a cirurgia mais realizada pelo SUS é a reconstrução mamária. As mulheres cujas mamas foram ressecadas devido ao câncer têm direito a uma prótese gratuita.

Em 2012, autoridades governamentais e associações médicas afirmaram que todas as usuárias do SUS que se submeteram à cirurgia de mamoplastia de aumento de silicone PIP ou Rofil e apresentassem sinais ou confirmação de ruptura do implante poderiam se beneficiar desse sistema. Se necessário, substitua o implante por motivos de saúde pública.

Além do implante de silicone, o SUS cobre outras cirurgias

Além dos implantes de silicone, o SUS abrange outros procedimentos de reparo cirúrgico. Estes incluem a estética em um sentido. No entanto, como mencionado acima, os pacientes precisam provar que a cirurgia é apropriada se forem necessários reparos e medicamentos. Confira abaixo outras cirurgias realizadas pelo SUS:

  • Gigantomastia (mamas que ultrapassam volumes convencionas e causam problemas de saúde)
  • Otoplastia (reparação nas orelas)
  • Fenda palatina (problema genético relacionados a deformação na região da boca e do nariz)
  • Abdominoplastia (retirada do excesso de pele e gordura localizada)


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS