Diário Online
Notícias / Notícias Brasil
JUSTIÇA

Decretada prisão preventiva de médico preso por estupro

O médico Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante após ser filmado estuprando uma paciente durante o parto.

terça-feira, 12/07/2022, 18:15 - Atualizado em 12/07/2022, 19:58 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra.
O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra. | Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter preso o anestesista acusado de estuprar uma paciente durante uma cesárea no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti. Ele deve ser transferido para o mesmo presídio onde está Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho.

Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante nesta segunda (11), após ser filmado por funcionárias do hospital colocando o pênis na boca da mulher desacordada, e passou por audiência de custódia nesta terça (12) em Benfica, na zona norte carioca.

Notícias relacionadas:

Mais três mulheres atendidas por anestesista prestam queixa 

Anestesista preso por 3stupr0 já responde por erro médico

Anestesista fez postagem irônica antes de estupro e prisão

Sua prisão foi convertida em preventiva, com prazo de 90 dias prorrogáveis, e ficou decidido que ele será levado ainda nesta terça para a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8. A unidade da zona oeste recebe os detentos com nível superior.

É lá que está preso há mais de um ano o também médico e ex-vereador Jairinho, réu pelo homicídio do menino Henry Borel, filho de sua ex-namorada Monique Medeiros. Também já ficaram ali Sérgio Cabral, ex-governador fluminense, e Roberto Jefferson, ex-deputado e ex-presidente do PTB.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS