plus

Edição do dia

Leia a edição completa grátis
Previsão do Tempo 25°
cotação atual R$


home
OPORTUNIDADE

Concurso Unificado oferecerá mais de 6 mil vagas no Brasil

Concurso Unificado (CNU) deve ser lançado até 22 de dezembro e ter mais de 5 milhões de inscritos para mais de 6 mil vagas

Imagem ilustrativa da notícia Concurso Unificado oferecerá mais de 6 mil vagas no Brasil camera Concurso deve ser realizado em março de 2024 | Agência Brasil

O Concurso Nacional Unificado (CNU) 2024 será lançado em breve pelo governo federal. Conhecido como o "Enem dos Concursos", a expectativa é de que o certame tenha 5 milhões de candidatos concorrendo a vagas em todo o país.

De acordo com as informações passadas pela secretária-adjunta de Gestão de Pessoas do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), Regina Camargos, ao Metrópoles, o concurso deve atingir o número máximo de candidatos.

“Cinco milhões é o que a gente está prevendo, o (número) máximo de candidatos. A gente está fazendo uma extrapolação com base no Enem”, declarou a secretária.

Segundo as informações, o concurso foi aderido por 21 órgãos, somando um total de 6.640 vagas, de nível médio e superior, para todo o país.

A prova

A previsão é que a prova do concurso seja realizada em março de 2024, já que é preciso um período de pelo menos três meses entre a publicação do edital e a aplicação da avaliação. Assim, o candidato consegue se preparar adequadamente para o certame.

Assim como foi no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a secretaria afirmou que a Polícia Federal vai trabalhar para evitar fraudes na hora de fazer a prova.

“Vai ter toda uma operação, inclusive, de inteligência para que, a cada etapa do concurso, a gente trabalhe com o maior nível de segurança possível de modo a evitar esse tipo de problema que surgiu recentemente no Enem”, afirmou Regina Camargos.

Ao todo, o concurso será realizado em 180 cidades, em todo o Brasil. As capitais brasileiras estão incluídas, já os outros municípios serão selecionados de acordo com critérios do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Nos assuntos da prova, serão sete blocos para o nível superior e apenas um para o nível médio (intermediário). A aplicação será feita em um dia, mas dividida em dois turnos: pela manhã será a prova objetiva, com matriz comum a todos, por bloco temático, e na parte da tarde será feito a avaliação específica e dissertativa por bloco temático.

Veja os blocos temáticos

  • Bloco 1: Administração e Finanças Públicas — Ministério da Gestão, MPO e MDIC;
  • Bloco 2: Setores Econômicos, Infraestrutura e Regulação — Antaq, Aneel e ANS;
  • Bloco 3: Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário — Mapa e Incra;
  • Bloco 4: Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação — MCTI e Inep;
  • Bloco 5: Políticas Sociais, Justiça e Saúde — Funai, Ministério da Saúde e MJSP;
  • Bloco 6: Trabalho e Previdência — MTE e Previc;
  • Bloco 7: Dados, Tecnologia e Informação — IBGE; e
  • Nível Intermediário — IBGE, Mapa e Funai.

Banca examinadora

A banca examinadora do concurso será a Fundação Cesgranrio, conhecida por ser responsável por vário concursos nacionais. O edital com todas as informações sobre o certame deve ser publicado até o dia 22 de dezembro.

“Estamos trabalhando com 22 de dezembro no limite, sendo que, a depender do andamento da definição do conteúdo programático, pode ser que tenha alguma alteração. Isso vai depender muito dessas articulações entre o MGI, os órgãos e a própria Fundação Cesgranrio”, detalhou Regina Camargos para o Metrópoles.

Prazos

O resultado da primeira fase do concurso deve sair até o final de abril de 2024, já o final, pode ser divulgado até o final do mês de maio. Assim, o início de cursos de formação e processo de ambientação serão programados para os meses seguintes, de junho e julho.

Quem for aprovado, deve começar a trabalhar já em agosto de 2024, após a posse.

Confira as vagas

Ensino médio

  • Agente de atividades agropecuárias: 100 vagas
  • Agente de Inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal: 100 vagas
  • Técnico de Laboratório: 40 vagas
  • Agente em Indigenismo: 152 vagas
  • Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas: 300 vagas

Ensino superior

  • Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental: 150 vagas
  • Analista de Infraestrutura: 300 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais: 360 vagas
  • Analista em Tecnologia da Informação: 300 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 190 vagas
  • Economista: 27 vagas
  • Psicólogo: 2 vagas
  • Estatístico: 12 vagas
  • Técnico em Comunicação Social: 10 vagas
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas
  • Arquivista: 16 vagas
  • Arquiteto: 14 vagas
  • Engenheiro: 68 vagas
  • Bibliotecário: 4 vagas
  • Contador: 5 vagas
  • Médico: 20 vagas
  • Analista de Comércio Exterior: 50 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 50 vagas
  • Economista: 10 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 30 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia: 40 vagas
  • Auditor-fiscal federal agropecuário: 200 vagas
  • Analista em Ciência e Tecnologia: 40 vagas
  • Tecnologista: 40 vagas
  • Analista Administrativo: 137 vagas
  • Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário: 446 vagas
  • Engenheiro Agrônomo: 159 vagas
  • Analista em Ciência e Tecnologia: 296 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais: 40 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais: 70 vagas
  • Indigenista Especializado: 152 vagas
  • Administrador: 26 vagas
  • Antropólogo: 19 vagas
  • Arquiteto: 1 vaga
  • Arquivista: 1 vaga
  • Assistente Social: 21 vagas
  • Bibliotecário: 6 vagas
  • Contador: 12 vagas
  • Economista: 24 vagas
  • Engenheiro: 20 vagas
  • Engenheiro Agrônomo: 31 vagas
  • Engenheiro Florestal: 2 vagas
  • Estatístico: 1 vaga
  • Geógrafo: 4 vagas
  • Psicólogo: 6 vagas
  • Sociólogo: 12 vagas
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 2 vagas
  • Técnico em Comunicação Social: 10 vagas
  • Tecnologista: 220 vagas
  • Analista Técnico Administrativo: 100 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais: 30 vagas
  • Auditor-Fiscal do Trabalho: 900 vagas
  • Analista Administrativo: 15 vagas
  • Especialista em Previdência Complementar: 25 vagas
  • Especialista em Regulação de Saúde Suplementar: 35 vagas
  • Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas: 275 vagas
  • Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas: 312 vagas
  • Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas: 8 vagas
  • Administrador: 154 vagas
  • Arquiteto: 5 vagas
  • Arquivista: 2 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 90 vagas
  • Contador: 47 vagas
  • Economista: 35 vagas
  • Engenheiro: 18 vagas
  • Estatístico: 7 vagas
  • Médico: 3 vagas
  • Psicólogo: 10 vagas
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 20 vagas
  • Técnico em Comunicação Social: 9 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 30 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 45 vagas
  • Economista: 15 vagas
  • Analista Técnico-Administrativo: 50 vagas
  • Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais: 50 vagas
VEM SEGUIR OS CANAIS DO DOL!

Seja sempre o primeiro a ficar bem informado, entre no nosso canal de notícias no WhatsApp e Telegram. Para mais informações sobre os canais do WhatsApp e seguir outros canais do DOL. Acesse: dol.com.br/n/828815.

tags

Quer receber mais notícias como essa?

Cadastre seu email e comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)

plus

Mais em Notícias Brasil

Leia mais notícias de Notícias Brasil. Clique aqui!

Últimas Notícias