Após o parto não é somente o bebê que precisa de cuidados especiais. As mães também passam por mudanças hormonais que afetam o corpo e a pele, e que são percebidas durante toda a gestação, como a flacidez, oleosidade, manchas e as estrias pelo corpo. Com esses efeitos da gravidez, o ideal é a buscar por alternativas para melhorar a aparência da pele e promover a sensação de bem-estar, que é tão importante no pós-parto.

Excesso de vitamina C pode prejudicar a saúde. Entenda!

As mudanças que ocorrem no cabelo e pele da mulher são decorrentes ao aumento dos hormônios, como o estrogênio, que é produzido pelos ovários, e faz com que os fios fiquem maiores e aconteça uma diminuição na queda. Já a pele durante a gestação tende a ficar hidratada e com mais elasticidade, no entanto, após o parto o efeito contrário acontece. Uma queda drástica desse hormônio gestacional ocorre e somados ao estresse e noites mal dormidas,  os fios ficam mais fragilizados e a pele com mais oleosidade, com acnes e até melasmas.

Para amenizar esses efeitos,  é recomendado  uma alimentação balanceada, o consumo de 2 a 3 litros de água ao dia e, em alguns casos, o uso de ampolas de vitaminas, pois nesta fase as vitaminas em cápsulas  complementam os nutrientes e vitaminas que faltam em nosso organismo.

Mas depois de tantas mudanças físicas e hormonais, a mulher também precisa de um tempo para ela durante o pós parto, pois muito mais do que a aparência com a pele, o cuidado consigo mesmo é algo essencial para que  ela possa voltar a se reconhecer como mulher e não somente como mãe.

Colírio a maquiagem: 10 hábitos que prejudicam a visão

Em meio a tantas atividades nessa nova fase, é importante lembrar que não existe certo ou errado nesse momento, o importante é se sentir bem e aproveitar ao máximo essa nova experiência.

Confira algumas dicas para se cuidar durante o pós-parto e conhecer sua nova e melhor versão:

 - Os cuidados devem começar na gravidez: uma alimentação balanceada é o segredo para qualquer fase da vida, mas principalmente durante a gestação. O consumo de água e a prática de atividades físicas de baixo impacto irão ajudar a mulher a manter a saúde em dia e adaptar melhor o corpo às alterações que acontecem na gestação.

-  Cremes específicos: o indicado é utilizar produtos à base de vegetais como, cremes de macadâmia, amêndoas, semente de uva, vitamina E e os antioxidantes para restabelecer  a firmeza da pele, combater a flacidez e deixa-la mais macia e com aparência mais luminosa durante o pós-parto.

- Drenagem linfática: a alternativa ajuda na circulação e retenção de líquido, amenizando o inchaço e o aspecto flácido e de estrias na pele, auxiliando na recuperação da barriga após o parto.

Sofre com dor no joelho? Veja 6 dicas para amenizar

- Tratamento para Melasma: durante a gravidez, o melasma surge devido às alterações hormonais. A condição na pele deve ser tratada de forma individual e personalizada de acordo com a pele de cada paciente. Para isso, utilizamos ativos vias orais, como os fotoprotetores que ajudam no clareamento da pele. Já os procedimentos estéticos mais comuns são os peelings, fotona laser e o drug delivery, que são bastante úteis para tratar o melasma, as manchas na pele e cicatrizes de acnes.

- Tratamentos estéticos:  após o parto, a   flacidez também é muito apontada pelas mulheres como uma condição na pele. A flacidez acontece pelo estiramento demasiado das fibras de colágeno e elastina durante a gestação. Depois do parto, a mulher tende a perder peso, e esse processo faz com que a pele fique frouxa e flácida. Para tratar essa condição,  os  aparelhos como radiofrequência, ultrassom microfocado, infravermelho e até alguns tipos de lasers são muito eficazes, pois estimulam a produção de novas fibras colágenas e melhoram a textura da pele.

Manter os cuidados com a mãe também deve ser prioridade Foto: Reprodução/Freepik

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS