Notícias / Marabá
MARABÁ

Padrasto é flagrado pela esposa estuprando enteada

Ela aproveitou que esposa não estava em estava em casa para abusar da adolescente

quarta-feira, 28/04/2021, 20:54 - Atualizado em 28/04/2021, 22:09 - Autor: Alessandra Gonçalves/Diário do Pará em Marabá


A adolescente confirmou que era abusada sexualmente pelo padrasto desde os 12 anos e que ele sempre ameaçava matá-la
A adolescente confirmou que era abusada sexualmente pelo padrasto desde os 12 anos e que ele sempre ameaçava matá-la | Getty Images

Um homem de 33 anos foi preso em flagrante por estuprar a enteada de 15, na noite desta terça-feira (27), em Marabá, sudeste paraense.

O estupro foi flagrado pela mãe da vítima. Ela não estava em casa e o homem aproveitou o momento para abusar da adolescente.

Adolescente é estuprada por oito homens e relata na internet

Ao chegar à residência, a mãe da adolescente procurou o companheiro, quando se deparou com um barulho estranho vindo do quarto da filha.

Ao tentar olhar pela janela do quarto, a mulher percebeu que o companheiro, Mário Junior Lima da Silva, estava tentando pular pela janela. 

Ao questionar para saber o que o marido estava fazendo ali, a mulher conta que foi ameaçada por Mário Júnior, que advertiu que se ela o denunciasse à polícia, iria matá-la e ficaria com o filho que eles têm juntos, uma criança de 5 anos.

A mulher saiu da casa levando os filhos e acionou a Polícia Civil, que em diligência conseguiu prender o homem, que já estava na casa de um irmão se preparando para fugir.

De acordo com o delegado Vinícius Cardoso, da 21ª Seccional de Polícia da Nova Marabá, o acusado era bastante agressivo no ambiente doméstico e que a mãe da menina já estava desconfiando do marido, pois sua filha estava tento um comportamento bastante arredio, por isso, a adolescente começou a fazer acompanhamento psicológico, antes da situação da violência sexual vir à tona.

À polícia, a adolescente confirmou que era abusada sexualmente pelo padrasto desde os 12 anos e que ele sempre ameaçava matá-la, assim como sua mãe, caso ela não concordasse com os abusos.

"A mãe, ao questionar o por que seu marido estava tentando entrar no quarto da filha, recebeu ameaça de que se ela relatasse o fato à polícia ele iria matá-la", disse o delegado. "O autor foi atuado por estupro de vulnerável, ele permanece preso à disposição da justiça e outras circunstâncias do crime também serão apuradas", declarou delegado Vinícius.

A menina foi encaminhada para o Instituto Médico Legal, onde foi submetida a exame sexológico forense. Enquanto que Mário Junior Lima da Silva, que é proprietário de uma loja de conveniência em um bairro planejado da cidade, foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e está agora à disposição da justiça.

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS