Diário Online
Notícias / Marabá
TRAVESTI NÃO É BAGUNÇA

Homem apanha de travesti após não pagar programa

Homem queria pagar um valor e garota de programa dizia que era outro

quarta-feira, 01/09/2021, 22:47 - Atualizado em 01/09/2021, 23:02 - Autor: Redação


Juliana contou que combinou R$ 500, mas recebeu apenas R$ 100
Juliana contou que combinou R$ 500, mas recebeu apenas R$ 100 | Reprodução Redes Sociais

Desde pequenos, nossos pais nos ensinam a sempre perguntar o preço de uma coisa antes de comprá-la. Essa atitude pode evitar que você tenha surpresas desagradáveis, se livrando de confusões como a que aconteceu hoje, no bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, sudeste paraense.

Tudo começou após um homem contratar uma travesti para um programa sexual. Após as “carícias”, as agressões. No final do programa, os dois se desentenderam sobre o preço do programa.

O homem afirmava que havia contratado os favores sexuais de Juliana por R$ 100, a moça afirmava que tudo foi combinado por R$ 500 e exigia o pagamento na íntegra.

Os dois se agrediram após a discussão. Uma equipe da PM foi acionada para atender a ocorrência. Ao chegarem no local, os agentes encontraram os dois feridos.

A dupla foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento da cidade, onde foram tratados e em seguida encaminhados para a delegacia, onde prestam depoimentos. 

Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS