Diário Online
Notícias / Mundo-Notícias
DEFEDENDO O PAÍS

Armada! Miss Ucrânia decide lutar na guerra contra Rússia

O governo está convocando civis ucranianos para aumentar a defesa do país

segunda-feira, 28/02/2022, 18:14 - Atualizado em 28/02/2022, 18:14 - Autor: FOLHAPRESS

Google News

Anastasiia Lenna, ganhadora do Miss Grand Ukraine em 2015, vem publicando fotos empunhando armas e defendendo a resistência de civis
Anastasiia Lenna, ganhadora do Miss Grand Ukraine em 2015, vem publicando fotos empunhando armas e defendendo a resistência de civis | Reprodução/Instagram

 O alto comissário das Nações Unidas para refugiados, Filippo Grandi, afirmou nesta segunda-feira (28) que mais de 500 mil ucranianos já deixaram o país desde o início dos ataques russos.

Mais cedo, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que a escalada nas operações militares na Ucrânia está levando a violações de direitos humanos.

Segundo a alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, a maioria das vítimas civis morreu devido a ataques com "armas explosivas de grande impacto, incluindo bombardeio de artilharia pesada e sistemas de multilançamento de foguetes e ataques aéreos".

As Nações Unidas confirmam a morte de pelo menos 102 civis, incluindo sete crianças.

Enquanto os conflitos entre Rússia e Ucrânia se intensificam, o número de cidadãos de ucranianos dispostos a defender seu país só aumenta.

A Miss Ucrânia de 2015, Anastasiia Lenna, decidiu se afastar do seu trabalho como relações públicas e embarcar no conflito armado para impedir o avanço das tropas russas no país.

"Não sou militar. Sou só uma mulher, humana. Nasci e moro em Kiev. A Ucrânia é meu país. Nós ucranianos não temos culpa de nada. Estamos na nossa terra! Vamos vencer!" A mensagem foi publicada no Instagram de Anastasiia em 22 de fevereiro.

A Miss explicou que é praticante de airsoft, esporte de ação que simula situações de combate com armas, há alguns anos e está disposta a defender seu país da ameaça da Rússia.


"Eu não quero fazer propaganda. Só mostrar que as mulheres ucranianas são fortes, confiantes e poderosas", disse Anastasiia, que ainda pediu aos seguidores que espalhassem mensagens contra as agressões da Rússia.

"Todos que cruzarem as fronteiras da Ucrânia com a intenção de invadir nosso país serão mortos", avisou.


Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS