Diário Online
Notícias / Mundo Notícias
LADRÃO QUE ROUBA LADRÃO...

Mulher rouba ex-marido para ajudar amante e cai em golpe

Inglesa tirou mais de R$ 300 mil das contas do ex-marido e atual chefe enquanto ele dormia e entregou para "amante", que sumiu com o valor.

sexta-feira, 22/07/2022, 08:49 - Atualizado em 22/07/2022, 08:49 - Autor: Com informações do Extra

Google News

Patricia Passman, de 59 anos, roubou ex para dar dinheiro ao amante, que sumiu
Patricia Passman, de 59 anos, roubou ex para dar dinheiro ao amante, que sumiu | Reprodução

Já dizia um velho ditado: "nem tudo que reluz é ouro". Muitas pessoas se deixam iludir por falsas promessas de pessoas mal-intencionadas e acabam por viver situações delicadas e grandes frustrações.

Uma mulher do Reino Unido que roubou 46.700 libras (cerca de R$ 307 mil) do marido enquanto ele dormia foi enganada por um falso amante que ela conheceu na internet.

Veja também:

Golfista 'mais sexy do mundo' diz viver com medo

Panda mais velho do mundo é sacrificado em Hong Kong

Patricia Passman, de 59 anos, mais conhecida como Tricia, enviou vouchers da Amazon e outros fundos para um ajudar um homem que dizia morar nos EUA, mas que estava com problemas financeiros. Ele prometeu que os dois ficariam juntos, no entanto, tudo não passava de um golpe.

Tricia morava com Tim, de 66 anos, com quem teve três filhos, mas os dois não se relacionavam mais depois de 40 anos de casamento.

Ela ainda era secretária da empresa de Tim, a Passman Pipe Inspection Services.

A promotora do caso, Jenny Haigh, disse que Tricia admitiu ter roubado o dinheiro do seu ex-marido, de janeiro de 2019 a janeiro de 2021. O roubo teria deixado o empresário em uma verdadeira "ruína financeira", com contas de impostos e taxas de contabilidade para pagar.

O defensor público Thomas Bennett, que atua a favor da mulher, afirmou que Tricia estava envergonhada de suas ações e que "não era esperta", pois foi vítima de um golpe online e perdeu o dinheiro.

Apesar disso, a inglesa foi condenada a 18 meses de prisão, mas a pena foi suspensa. Agora, ela terá que cumprir 200 horas de trabalho não remunerado. O juiz Jamie Hill classificou a condenada como "ingênua".

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS