Notícias / Notícias Pará
EDUCAÇÃO

Paraenses avaliam desempenho no Enem 2020

Estudantes que sonham em ingressar na universidade fazem balanço positivo do primeiro dia do exame e já focam no próximo domingo, quando será aplicada a segunda prova. Professores colaboram com orientações

quarta-feira, 20/01/2021, 08:18 - Atualizado em 20/01/2021, 08:17 - Autor: Pryscila Soares


Aos 50 anos, Haroldo Freitas tenta o Enem pela quinta vez. Ele quer cursar licenciatura em Física
Aos 50 anos, Haroldo Freitas tenta o Enem pela quinta vez. Ele quer cursar licenciatura em Física | Celso Rodrigues

Na sala de aula de uma escola em Ananindeua, onde o estudante André Cunha, 18, realizou as provas do primeiro dia de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, no último domingo (17), pelo menos 11 candidatos não compareceram. Para o jovem, entre os motivos que levaram a um grande índice de abstenções no primeiro dia de provas estão o medo do contágio pelo novo coronavírus e o fato de a pandemia ter comprometido a preparação de muitos candidatos.

No Pará, dos 330.322 candidatos inscritos ao Enem 2020, 166.146 não compareceram aos 1.052 locais de prova distribuídos pelo Estado. Segundo o Ministério da Educação (MEC), no primeiro dia de provas foram registrados 164.176 candidatos presentes. Com isso, mais de 50% dos inscritos estão automaticamente eliminados da disputa. O segundo dia de provas ocorre no próximo domingo (24) e será composto por 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e mais 45 de Matemática e suas Tecnologias.

Morador de Ananindeua, mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia, ao aderir o ensino online, André garante ter conseguido manter um bom ritmo de preparação e hoje se sente confiante para atingir boa pontuação no Enem. “A pandemia prejudicou muita gente e fez com que essas pessoas não fossem (fazer a prova). O medo veio e as pessoas não tiveram como se preparar, as escolas fecharam. Estudar em casa acaba sendo meio complicado. Eu me preparei na minha escola, estava tendo aulas online, e pelo cursinho que também estava tendo aulas online. E foi o que me ajudou em casa, fazendo resumos, anotações, refazendo questões e fui estudando dessa maneira”, disse o jovem, que desde a semana passada está reforçando a preparação assistindo às revisões presenciais do Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém e que sonha com Medicina. “A expectativa é boa, acredito que eu tenha feito uma boa prova nessa primeira etapa. Vem a segunda e espero me sair bem para que eu consiga realizar esse sonho”, seguiu.

Também aluno do cursinho municipal, o autônomo Haroldo Freitas, 50, faz o Enem pela quinta vez, com o objetivo de conquistar uma vaga no curso de licenciatura em Física. Ele aprovou as medidas sanitárias adotadas na escola onde realizou a prova, em Belém. Na sala de aula, o candidato disse que sobraram pelo menos 15 cadernos de provas, de inscritos faltosos. “Passei 14 anos sem estudar, quando voltei não desisti mais. Me sinto preparado psicologicamente para resolver as questões”, disse Haroldo, que trabalha com a venda de hortifrútis no Jurunas, bairro onde mora.

PREPARAÇÃO

Professora de biologia do cursinho municipal de Belém, Daniele Nunes explicou que os alunos do pré-vestibular têm aulas de revisões selecionadas, tanto presencialmente quanto online. Ano passado, as aulas iniciaram em abril, com lives pelo Facebook, e seguem até o momento. Os alunos receberam materiais em pdf e videoaulas, disponibilizadas no site do cursinho e nas redes sociais. “Acreditamos que os nossos alunos, mesmo com todas essas dificuldades, no contexto da pandemia, estão se esforçando e muito estimulados para fazer as provas, na sua maioria. Fazemos parte dos grupos de whatsapp desses alunos e eles estão sempre tirando dúvidas, estão conosco nos vídeos ao vivo, assistindo e comentando”,afirmou a professora.

Participantes que tiveram sintomas ou diagnóstico de Covid-19 na véspera ou no dia de provas do Enem 2020 ainda poderão apresentar exames e laudos médicos que comprovem a condição. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) também está recebendo os pedidos na semana anterior a cada prova. Na segunda-feira (18), a Página do Participante foi novamente aberta para esse tipo de pedido. Quem tiver sintomas ou diagnóstico até meio-dia do próximo sábado (23) deve enviar a documentação comprobatória. A Página do Participante receberá os pedidos de reaplicação entre 25 e 29 de janeiro.

CONFIRA ORIENTAÇÕES PARA O SEGUNDO DIA DE PROVAS DO EXAME

- Os portões serão abertos às 11h30 e fecham 13h. A prova inicia pontualmente às 13h30 e vai até 18h30.

- Para a disciplina de biologia, a professora Daniele Nunes orienta que os alunos atentem para os conteúdos de ecologia, um tema recorrente, interdisciplinar, ou seja, que envolve outras disciplinas. Também devem atentar para conteúdos que envolvam problemas ambientais, nas áreas da biologia e ecologia, assim como nas soluções para esses problemas.

- “Outro ponto muito importante da fisiologia humana que estamos apostando é a questão da imunização. Até mesmo por conta desse momento. O sistema imunológico já é muito frequente nas provas de biologia e agora mais ainda. Os alunos precisam estar informados sobre o tema, até por conta das baixas de imunização que já vêm ocorrendo nos anos anteriores, como o Sarampo”, garantiu Daniele Nunes.

- Importância das vacinas e as diferenças entre soro e vacina são assuntos que o Enem costuma cobrar, segundo a professora. “As provas de biologia no Enem vêm muito conceituais. O aluno precisa saber os conceitos dos temas. É muito importante analisar os conceitos em si, em todas as áreas”, acrescentou.

- Professor da disciplina de física, Lauro Santana explicou que o aluno precisa manter a calma e adotar uma estratégia de tempo para resolver as provas. Ele orienta que o candidato faça uma leitura geral da prova e comece respondendo as questões que ele tenha mais facilidade.

- Na prova de física, o candidato deve estar atento à cobrança de conteúdos como cálculo da velocidade média; questões envolvendo energia, principalmente sobre balanço energético no Brasil, diferenciar usinas hidrelétrica, termoelétrica e nuclear. Cálculo de potência; tecnologias como raio-x, infravermelho, ultravioleta, micro-ondas, entre outros conceitos que o candidato deve relacionar com o seu dia a dia.

- Para o sábado, os professores orientam descanso. Até sexta-feira podem observar dicas estratégicas.

- No dia da prova, os alunos têm de acordar cedo, fazer alimentação balanceada e manter a calma.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS