Diário Online
Notícias / Notícias Pará
HOSPITAL METROPOLITANO

Crianças internadas ganham presentes de Páscoa

A ação ocorreu na tarde desta segunda-feira (05), e é alusiva à celebração de Páscoa

segunda-feira, 05/04/2021, 17:07 - Atualizado em 05/04/2021, 17:07 - Autor: Com informações da assessoria


Imagem ilustrativa da notícia: Crianças internadas ganham presentes de Páscoa
| Divulgação/Pró-Saúde

Uma parceria entre voluntários e o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, entregou dezenas de ovos e cupcakes de chocolate para crianças internadas na unidade. A ação ocorreu na tarde desta segunda-feira (05), e é alusiva à celebração de Páscoa, comemorado no último domingo (04). 

A entrega dos chocolates foi realizada pelos setores de Humanização e projetos sociais da unidade, uma vez que o acesso do voluntariado ao interior do hospital está temporariamente suspenso, devido ao enfrentamento da Covid-19.

O pequeno Pedro Leonardo, de apenas 9 anos, acabou sofrendo uma queda em casa e precisou ser internado no Hospital Metropolitano, referência em traumas no Pará.

Sorridente, o menino foi uma das crianças que recebeu chocolate pela equipe do hospital. “Eu gosto muito de chocolate. Eu pensei que não ia ganhar esse ano e fiquei muito feliz com a surpresa”, agradeceu.

Quem precisou de atendimento no hospital e ganhou lembranças foi a Alessandra do Nascimento, de 12 anos. “Eu não vou comer só”, brincou a menina. “Esse pedaço aqui eu vou deixar pra minha mãe, pois ela também ama chocolate”, concluiu.

“A Pró-Saúde, gestora do Hospital Metropolitano, atua junto com os colaboradores para levar um tratamento mais leve para os pacientes, isso faz com que nosso trabalho seja especial. Produzimos vários cupcakes com a ajuda de quase 60 colaboradores - entre nutricionistas de produção e assistenciais - para levar um momento diferente para os pequeninos”, ressaltou Edilsa Carla, coordenadora do SND.

Para que a ação ocorresse com segurança, foram adotadas medidas com base nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Portanto, os procedimentos foram feitos com higienização das embalagens dos chocolates antes de serem entregues aos pacientes.

Para a coordenadora de projetos sociais, Roberta Cardins, a ideia era fazer outras atividades, mas devido ao momento pandêmico as ações ficam mais restritas. “Em anos anteriores era possível fazer mais coisas nesse momento de Páscoa, mas entregamos apenas os chocolates, o que já faz grande diferença”, explicou.

A atividade é vista pelo setor de Humanização do Hospital Metropolitano como forte influência no tratamento, por auxiliar na recuperação.

“Geralmente, os atendimentos hospitalares acabam causando estresse para os pacientes, principalmente para as crianças. Esses momentos chegam exatamente para quebrar esse ambiente pesado e causar melhoras na recuperação dessas crianças”, comenta Natalia Failache, coordenadora de Humanização do Metropolitano.

A programação de Páscoa encerra na próxima terça-feira, 6, com uma missa organizada para os colaboradores, pacientes e acompanhantes da unidade.

O Hospital Metropolitano é uma unidade do Governo do Pará, sendo gerenciado pela organização Pró-Saúde desde 2012. O hospital é a maior referência em traumas e queimados da região Norte do país, realizando ao longo dos seus 15 anos de funcionamento mais de 3,5 milhões de atendimentos em média e alta complexidades.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS