Diário Online
Notícias / Notícias Pará
VAI GERAÇÃO Z!

Jovens com 18 anos completos serão vacinados hoje em Belém

São 24 pontos de vacinação para quem nasceu em 2002 e em 2003, com maioridade completa. Ontem, procura pelo imunizante foi marcada pela tranquilidade e ansiedade

sábado, 07/08/2021, 07:24 - Atualizado em 07/08/2021, 08:03 - Autor: Alexandra Cavalcanti


Imagem ilustrativa da notícia: Jovens com 18 anos completos serão vacinados hoje em Belém
| Mauro Ângelo/Diário do Pará

Pessoas nascidas em 2002 e em 2003, com 18 anos completos até o dia 7 de agosto de 2021 são o público-alvo da vacinação de hoje (7) contra a covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) disponibilizará 24 pontos de vacinação, que vão funcionar das 9h às 17h. Os documentos necessários são RG, CPF e comprovante de residência de Belém. Ontem (6), os jovens nascidos em 2001 foram imunizados com a primeira dose. Apesar da procura intensa, a vacinação ocorreu sem maiores intercorrências.

A palavra que melhor define o público alvo da campanha de vacinação, ontem, em Belém, é a ansiedade. E ela estava visível no semblante de quase todos os jovens que aguardavam a vez para receber a primeira dose da vacina que promete aliviar um pouco o receio de contrair o vírus ou ser reinfectado por ele. No ponto de vacinação localizado na Universidade Federal do Pará (UFPA), no bairro do Guamá, o estudante Lucas Soares, de 21 anos, aguardava visivelmente ansioso. “Estou muito nervoso, até porque não esperava que a minha vez já fosse chegar hoje (ontem). Imaginei que isso só ocorria no final do ano, mas estava muito ansioso mesmo”, revelou.

O estudante Eduardo Portal, de 20 anos, escolheu o ponto de vacinação localizado do Cassazum, no bairro do Marco, para receber a primeira dose da vacina contra a covid. “Estou me sentindo muito feliz depois de tanto tempo de espera, depois de tudo que vivemos nos últimos meses, finalmente chegou a nossa vez”, avaliou.

Mesmo não tendo sido contaminado pelo coronavírus, ele garante que vai manter todos os cuidados e procurar se manter mais em casa como vinha fazendo antes. “Conheço pessoas próximas que ficaram doentes, por isso pelo menos até tomar a segunda dose e as coisas acalmarem mais, vou manter os mesmos cuidados, inclusive evitando sair de casa”, garantiu.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS