Diário Online
Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
18 NOVAS LINHAS DE ÔNIBUS

Integra Belém: o que muda no transporte público da capital

Novo projeto da Prefeitura de Belém chega com a promessa de reduzir o tempo de trajeto dentro dos transportes públicos

sexta-feira, 12/11/2021, 20:34 - Atualizado em 12/11/2021, 21:57 - Autor: DOL


Duas primeiras fases serão implementadas nos dias 13 e 27 de novembro
Duas primeiras fases serão implementadas nos dias 13 e 27 de novembro | Bruno Cecim/Agência Pará

“Menos tempo em seu trajeto, mais tempo para você”. Essa é a proposta do novo projeto Integra Belém, apresentado pela Prefeitura de Belém, através da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), nesta sexta-feira (12), e que será implementada em três fases a partir dos próximos dias.

As duas primeiras fases serão aplicadas nos dias 13 e 27 de novembro, enquanto a terceira entra em funcionamento em dezembro. As mudanças do projeto vão contemplar a inserção de novas linhas para circulação nas vias da Grande Belém e alterar os itinerários de outras já estabelecidas com o objetivo de melhorar a mobilidade pela cidade.

Na primeira fase, entram em funcionamento 18 novas linhas de ônibus (confira a lista no final da matéria).

 

Projeto Integra Belém foi apresentado nesta sexta-feira (12) pela Prefeitura de Belém
Projeto Integra Belém foi apresentado nesta sexta-feira (12) pela Prefeitura de Belém | Reprodução/Prefeitura de Belém
 

Funcionamento

O usuário fará uso de um cartão expresso. O novo documento pode ser adquirido a R$1 e recarregado nas bilheterias dos próprios terminais de integração. O valor da passagem permanece sendo R$3,60. Aos estudantes, uma boa notícia: o cartão de meia-passagem será recarregável e também terá à disposição nas bilheterias dos terminais a opção de recarga.

Na hora de se deslocar, a pessoa fará uso de uma única passagem, tendo como ponto de integração os terminais Maracacuera e Mangueirão. A Prefeitura de Belém ressalta, porém, que a integração só conta por sentido, ou seja: uma passagem equivale apenas à ida ou à volta do trajeto na integração.

Quem optar por integrar no Terminal Maracacuera consegue seguir para São Brás em menos tempo. Enquanto isso, se fizer a integração no Terminal do Mangueirão, terá à disposição mais destinos, como shoppings, praças, universidade, o Ver-o-Peso, entre outros.

Itinerário

Com a criação dessas quatro novas linhas (ver abaixo) para Outeiro, algumas das já existentes sofrerão alteração de itinerário. As linhas Fama/Maracacuera, Itaiteua/Maracacuera e a circular Icoaraci/Outeiro são as novidades. A mudança vai garantir a melhoria do serviço de 18 linhas no Distrito.

A linha Outeiro Brasília/São Brás no horário de pico (manhã e noite), seguirá pela canaleta do BRT. Enquanto a linha Outeiro/Itaiteua, no horário de pico, seguirá fora da via expressa.

Nos horários de entre-pico, essas linhas farão a integração no Terminal Maracacuera, permitindo ao usuário escolher os destinos, inclusive UFPA e áreas centrais.

Confira as novas linhas implementadas na primeira fase:

  1. Marambaia - Castanheira
  2. Outeiro/Fama - Maracacuera
  3. Outeiro/Brasília - Maracacuera
  4. Outeiro/Itaiteua - São Brás
  5. Outeiro/Itaiteua - Maracacuera
  6. Outeiro/Brasília - São Brás
  7. Águas Negras/Paricás - Maracacuera
  8. UFPA - Icoaraci
  9. Bengui - Felipe Patroni
  10. Conjunto Maguari - Ver-o-Peso (Almirante Barroso)
  11. Tapanã II - Ver-o-Peso
  12. Icuí - Ver-o-Peso
  13. Águas Lindas - Icoaraci
  14. Jaderlândia - Mangueirão
  15. Icoaraci - Outeiro (implantação a partir de 20/11)
  16. Satélite - UFPA
  17. Tenoné - Ver-o-Peso (5ª linha - via Centenário)
  18. Maracacuera - São Brás (BRT)
Conteúdo Relacionado

0 Comentário(s)
MAISACESSADAS