Diário Online
Notícias / Notícias Pará
BIONEGÓCIOS

Produtos da Amazônia são expostos em feira da América do Sul

A 16ª edição da Beauty Fair – a maior feira de beleza profissional das Américas, que ocorrerá de 20 a 23 de novembro de 2021, no Expo Center Norte, em São Paulo.

sábado, 20/11/2021, 10:21 - Atualizado em 20/11/2021, 10:21 - Autor: Diário Online


Além do famoso jambu, os empreendedores da região levam para a Feira os produtos criados com à base dos insumos da Amazônia, com respeito ao meio ambiente e socialmente responsável.
Além do famoso jambu, os empreendedores da região levam para a Feira os produtos criados com à base dos insumos da Amazônia, com respeito ao meio ambiente e socialmente responsável. | Divulgação/Sebrae

Produtos à base de jambu, erva da Amazônia conhecida pela sensação de tremor que causa na boca são alguns dos cosméticos que serão expostos na 16ª edição da Beauty Fair – a maior feira de beleza profissional das Américas, que ocorrerá de 20 a 23 de novembro de 2021, no Expo Center Norte, em São Paulo.  

Além do famoso jambu, os empreendedores da região levam para a Feira os produtos criados com à base dos insumos da Amazônia, com respeito ao meio ambiente e socialmente responsável. 

O Pará será o único estado a ser representado em estande coordenado pelo Sebrae e que será um espaço de comercialização e abertura de canais para 12 pequenos negócios atendidos em parceria com o Governo do Estado do Pará por meio do Arranjo Produtivo Local - APL de Cosmético. 

Consciência Negra: luta por direitos é constante

Mais de 5 mil agentes vão atuar nos dias de provas

No estande do Pará terá empresas que oferecem produtos para cabelo e corpo, óleos corporais, suplementos para beleza, essências e perfumaria. No espaço terá exposição e comercialização desses produtos e network entre os empreendedores e empresas visitantes.    

Bioeconomia   

O Sebrae no Pará vem atuando no setor da bioeconomia desde o início dos anos 2000 por meio de projetos para a cadeia produtiva com ações de Inovação e Tecnologia com foco no mercado. Uma das ações foi o mapeamento da cadeia produtiva de cinco estados da região Norte, o que direcionou para o fortalecimento de um grupo de atendimento empresarial no Pará.  

Em 2018 foi criado um projeto específico de atendimento e direcionamento das empresas para que se adequassem às exigências propostas para a indústria do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos dentro e fora do Brasil. “O primeiro eixo foi trabalhar a regulamentação e atuar com frentes de incremento tecnológico como testes de dermocosméticos, embalagem, rotulagem, além das parcerias com agregação de valor no mercado nacional e internacional”, explica  Rubens Magno, diretor-superintendente do Sebrae no Pará. 

Rubens reforça que o Sebrae realiza um grande esforço para fortalecer o segmento em nível nacional, uma vez que os bionegócios e a Amazônia estão na pauta do dia. “É um valor agregado enorme falar da região para o mundo e as empresas paraenses têm uma grande oportunidade em poder contar com redes de parceiros estratégicos no segmento”, lembra o diretor ao ressaltar que o Sebrae no Pará participa do APL de Cosméticos junto com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia -  Sedeme e o Sindicato das Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado do Pará  - Sinquifarma -  que promovem essa discussão junto com a  Federação das Indústrias do Estado do Pará - Fiepa para promover  parcerias importantes junto com o PCT Guamá.

“Temos um resultado muito importante para os empreendedores que não tem condições de investir em testes e laboratórios: o contrato com o Imecap Brasil, que vai adquirir toda a produção da cooperativa de Salvaterra que trabalha com a extração de óleos e insumos da florestas”, comemora Rubens ao se referir ao contrato assinado em setembro deste ano.  

A concepção do estande paraense é focada em um olhar estratégico voltado para a Amazônia, afim de mostrar para o mundo os bionégocios frutos dos insumos da Amazônia como um produto diferenciado e preparado para acessar diferentes mercados. Tudo isso com base em produzir para preservar, utilizando os insumos da floresta sem devastar e cuidando para que as próximas gerações tenham a mesma preocupação com a sustentabilidade e a geração de renda para os povos da floresta.  

A Feira  

Desenvolver o mercado da beleza é a proposta da Beauty Fair – Feira Internacional de Beleza Profissional, que há 16 anos participa da vida e dos negócios de milhões de profissionais, lojistas, indústrias, distribuidores e exportadores do mundo todo. 

A Feira é a porta de entrada para empresários que desejam criar conexões de negócios em toda a América do Sul. Na Beauty Fair, as rodadas de negócios garantem a aproximação da indústria com o perfil adequado de exportador/distribuidor. São esperadas a visita de mais de 20 mil profissionais nos três dias de evento. 

No espaço, os visitantes encontram as melhores marcas de beleza e podem negociar ou comprar com condições únicas e especiais, além de encontrar oportunidades de atualização profissional em um dos mais prósperos setores do Brasil. 

Pequenos negócios paraenses na Beauty Fair:  

1. Mahá Cosméticos – Startup que nasceu dentro da Ufopa – Universidade Federal do Oeste do Pará – Santarém. 

2. Universo Capilar – Desenvolveu uma fórmula de tônico capilar já registrado e que passou com sucesso nos testes de eficácia do produto. 

3. Jambu Sinimbu – Trabalha com produtos à base de jambu. O carro-chefe é o “Tremidão” – cosmético erótico. O jambu aumenta a salivação e causa uma leve dormência na língua graças a uma substância chamada espilantol, que está sendo estudada pela indústria farmacêutica e de cosméticos, por causa de seu possível efeito anti-inflamatório e anestésico. De certo, é o efeito no paladar, que está mais que aprovado. 

4. Ekilibre Amazônia – Empresa de Alter do Chá – em Santarém – que trabalha com formulações veganas e sem produtos sintéticos. 

5. Sementes da Amazônia – Trabalha com formulações veganas e produtos naturais. 

6. Juruá – Empresa com mais de 100 anos na produção de cosméticos com insumos amazônicos. Está em sua terceira geração. 

7. Rei das Essências – Começaram fracionando essências e desde 2020 produzem perfumes, produtos para cabelo e corpo com ativos amazônicos. 

8. Chamma da Amazônia – Começou vencendo óleos no mercado do Ver-o-Peso.Produz cosméticos e perfumarias com insumos da Amazônia. Está em sua terceira geração. 

9. Ver o Fruto – Startup que produz soluções com resíduos do açaí.

Fabrica microesferas com o caroço do açaí que são utilizados em produtos cosméticos – destaque para o sabonete facial para a redução da oleosidade da pele. 

10. Natural Quântica – Nova indústria de cosméticos de Marabá especializada em produtos de beleza, cosméticos e cuidados pessoais. 

11. Perfume de Nazaré – Tem como proposta o lucro compartilhado com a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. Foi desenvolvido na Europa com essências amazônicas e francesas.  

12. Laboratório São Lucas – Trabalha com produtos fitoterápicos com óleos amazônicos e essências da floresta.

Conteúdo Relacionado

4 Comentário(s)
    Exibir mais comentários
    MAISACESSADAS